Homo Deus - Eu Indico

Olá, aqui é o Cássio e, como eu falei há um tempo sobre Sapiens - Uma Breve História da Humanidade, vou falar hoje sobre sua "sequência", que é Homo Deus

 NOME: Homo Deus - Uma Breve História do Amanhã
AUTOR: Yuval Noah Harari
EDITORA: Companhia das Letras
ANO: 2015
PÁGINAS: 448
GÊNERO: Não-Ficção / História

O livro começa falando dos três maiores perigos da humanidade até o ano 2000, que são a Guerra, Fome e Peste. Atualmente a guerra está se tornando obsoleta, já que a maioria dos tratados políticos já favorece quem os fez mais do que invasões e lançamento de bombas. Hoje em dia existe mais chance de você cometer suicídio ou morrer em um acidente de trânsito do que ser morto por outra pessoa ou por terroristas do Estado Islâmico. Em 2012, 620.000 pessoas foram mortas, 120.000 em guerras e 500.000 em crimes, 800.000 cometeram suicídio e 1,5  milhões morreram de diabetes, ou seja - segundo o livro - o açúcar é mais perigoso que a pólvora. 

A fome está acabando também, atualmente, 2,1 bilhões de pessoas estão com sobrepeso, contra 850 milhões com subnutrição, em 2010, a fome e subnutrição matou 1 milhão de pessoas, enquanto a obesidade matou 3 milhões. A peste e doenças infecciosas estão matando muito menos gente hoje do que no século 14, quando a peste negra se espalhou pela Eurásia ou quando a varíola matou 80% dos Ameríndios após a chegada dos espanhóis. O Ebola infectou 30 mil pessoas e matou 11 mil, sendo erradicada em janeiro de 2016. O livro também fala do fim da morte, já que estão tendo vários avanços tecnológicos com a biociência e biotecnologia, que estão pesquisando em formas de aumentar a expectativa de vida e melhorar as aptidões de quem conseguir pagar o suficiente, criando uma geração de "imortais" e super-humanos nobres.

Outros assuntos do livro são o humanismo (que é a religião predominante no mundo), as religiões tecnológicas e como o Homo sapiens mudou a Terra nos últimos 500 anos.

O livro é muito bom, não diria melhor que o Sapiens, mas igualmente ótimo, o problema dele é que fala apenas de previsões para o futuro e coisas do presente, que podem não se concretizar. Mas mesmo assim explica muito bem as possibilidades diferentes e como a humanidade mudou nos últimos tempos.
De novo, recomendo bastante a todos que querem saber as possibilidades do seu futuro.
Tchau!

Comentários

Veja também

Mostrar mais