Dicas para ententer crianças presas em casa

Oba! O grande dia está chegando! Dia 14/02, às 15:30, no foguete do Parque da Cidade, vamos celebrar o #bookgivingday ! Eu, do @kidsindoors, a Sil, do @casadeleitores, e a Márcia, do @boaleiturabomapetite, vamos fazer um grande "Picnic Literário" com arrecadação de livros (didáticos e de literatura infantojuvenil) em prol da Associação Realizando Sonhos. Essa associação trabalha com crianças, no turno inverso da escola, para que não fiquem na rua e com crianças em situação de risco. Ela fica no Varjão, aqui no DF. Caso não possam ir no nosso piquenique, mas queriam ajudar com roupas, material de arte, móveis, brinquedos, ou até trabalho voluntário, por favor entrem em contato com a gente por inbox nas nossa redes sociais ou pelo email kidsindoors@gmail.com 
Vai ter sorteio de livros infantis também no nosso piquenique! Venha! Traga livros para doar, uma canga, água e algo de comer para compartilhar com os amigos!
Esse é a Associação que estamos apoiando:

 Seja importante na vida de uma criança!!!

O Projeto Realizando Sonhos - PRS - atua na Escola Pública Fundamental do Varjão (DF), levando esperança e amor para aquelas crianças durante o período integral. O objetivo do PRS é um investimento na educação cognitiva e afetiva das crianças, visando desenvolver na criança carente e com baixa auto-estima a capacidade de sonhar e sentir valorizada num processo de dignificação da pessoa humana.

Motivação 

Vocês sabiam que no Varjão existe um número absurdo de traficantes de drogas, de crianças molestadas e abusadas física e emocionalmente. Quando pesquisei a situação sociológica do Varjão fiquei impressionada por haver tantas igrejas evangélicas e católicas e ao mesmo tempo um índice altíssimo de marginalidade tão perto do Plano Piloto, mas tão a margem da sociedade. 

Visualizo um Varjão transformado pelo amor incondicional de Deus através de nós. E esse foi o motor para gerar toda a energia do projeto. Se as pessoas de bem da sociedade se juntarem para servir aos mais necessitados, poderemos fazer uma grande revolução sociológica, pois juntos podemos muito mais. Não é uma transformação a curto prazo mais a médio e longo prazo. Mas com certeza consistente e duradoura, pois estamos investindo na formação do caráter de um adulto quando ele ainda e uma criança. 

Necessidades 

Precisamos de pessoas dispostas a servir em amor àquela comunidade, oferecendo cursos em diversas áreas à noite. Curso para casais, para jovens, adolescentes, aulas específicas para qualificação, dentre outras. 

Precisamos de jovens e adolescentes para começarmos os trabalhos aos sábados a tarde com muita brincadeira e diversão. 

Precisamos de professores de esportes para canalizarmos a energia contida em uma direção mais produtiva. 

E também precisamos de recursos financeiros. Cada criança custa ao projeto por mês 30,00 reais. Quanto mais recursos, mais crianças podem ser atendidas. 

 Esperamos todos vocês! Avisem os amigos de Brasília e entorno!

Hoje vamos falar de um livro chamado Tapajós. Você conhece Tapajós? É um nome de um rio imensoooo que fica lááá na Amazônia. Tapajós é considerado um dos maiores rios da região, com 1.770 quilômetros de comprimento. (ualll). E esse livro conta um pouco como é a vida das crianças lá na região especialmente com a chegada do inverno. Cauã e Inaê vivem num vilarejo às margens do rio Tapajós, numa casa de palafitas, com os pais e seu jabuti de estimação. Que tal viajar pra lá???
Nós Recebemos da nossa parceira Distribuidora e Livraria Horizonte do Saber (daqui de Brasília) o livro:


BICHO PAU, BICHO FOLHA de Carolina Carneiro e Merli. Editora: SESI-SP editora.

Um passarinho chega pra pegar um graveto para construir seu ninho, como de costume,

e leva um susto!

 Aí é a vez do Bicho-Pau levar um susto!

O livro é rimado e contem abas, para as crianças descobrirem os insetos. Divertido! E no final tem um glossário que apresenta características desses dois insetos que se camuflam nas árvores. Ótima opção para homeschooling e para mandar para escola também (para aquelas ciranda de troca de livros na sala de aula).

Ele é super legal para trabalhar cadeia alimentar, habitat, hábitos dos bichos, natureza, insetos, camuflagem, entre outros assuntos.

Para brincar:
 Materiais necessários: cola, olhos que mexem, lápis, canetinha, papel, folhas e galhos secos.

 A criança desenha galhos espalhados pela folha.

 Depois, ela distribui o que coletou pelos galhos desenhados.

 Em seguida peça para ela fazer as patinhas e detalhes dos insetos (pode ser com um lápis comum, ou com uma caneta permanente). Aqui eles estão todos dormindo!

Cole os olhinhos! Acordaram!
Fica a dica! Boa leitura!
E quem está aqui depois de quase 2 meses, o Cássio!!! De aparelho!!!
Hoje falarei de um livro que li, em inglês, há mais ou menos um ano e meio: Jedi Academy. Mas minha mãe ganhou de presente da editora ALEPH a versão em português, no mesmo dia devoramos, não literalmente. 
Resumão: Roan é um garoto normal de Tatooine que quer ser piloto, mas não consegue ir para a escola de pilotagem e em vez disso vai para a Academia Jedi, para usar a força e os sabres. Lá ele conhece Pasha, Bill, Gaiana e Egon, seus amigos e Jo-Ahn, Cronah e Cyrus, seus inimigos. Tudo isso com um toque cômico e ao estilo Diário de Um Banana (quadrinhos engraçados + texto irônico/cômico).
Hoje falarei de diferenças entre as duas versões!!!

- Na página 77 do livro original, Cronah fica chamando Roan e faz a música "Row your Boat" com Roan em vez de ROW. Na versão brasileira trocam por "Não estava Roan-cando na aula hoje" provavelmente por não se encaixar bem com a tradução da piada original.
- As letras na versão brasileira são um pouco menores que as letras do original, isso eu não sei o porquê.
- Na página 136 há um pequeno erro na nossa versão: quando mostram os resultados do torneio de sabres de luz, no livro americano, mostra "Gaiana Def. Greer (Gaiana vence Greer)" mais no nosso livro aparece apenas "Gaiana        Greer" e não aparece a palavra "venceu" como nos outros placares da página.
- Na página 95 aparece "COMO YODA PROVAVELMENTE VAI PASSAR AS FÉRIAS" e aparece na versão americana: "Laughing to himself about something (Rindo consigo mesmo sobre algo)" e na nossa, aparece: "Rindo sozinho de qualquer coisa" talvez o sentido parecido no contexto do livro pode ser a razão dessa tradução.
- Na página 109 aparece uma diferença quando a professora Wookie manda todos pra água, no livro original, Pasha fala: "That's One Way to Get us all into the water (Essa é uma forma de nos fazer entrar na água)" e na versão brasileira: "É, ela conseguiu fazer todo mundo entrar na água" Só isso mesmo. 

Bem gente, essas foram as diferenças que encontrei entre as duas versões desse livro. E de tão bom que é, até demos de presente de aniversário.
Eu não vou fazer a análise desse livro pois queria fazer algo diferente. 
Minha irmã ficou muito feliz pois como ela não entende muito inglês, ela leu o livro em português e adorou muito, até já levou pra aula para mostrar para os colegas.   
É isso aí!
Aqui em casa já decidimos como vamos pular o carnaval: Pulando todos os canais que tiverem passando coisas de carnaval e indo direto pra Netflix!
KKK.
Aqui em casa não somos pessoas de carnaval, passamos o tempo vendo bons filmes e lendo bons livros, claro.
Mas hoje preparamos uma sessão de filmes, já que Domingo pede um bom filme com pipoca!

Nossa seleção pra quem quiser pular o Carnaval, como a gente:

Para crianças pequenas:
 
 Para quem curte uma boa história!

 Para crianças que não querem dividir. Nós temos o DVD. O meu mais velho assistia muiito esse filme.

 Um "must have" pra quem tem criança pequena. Os primeiros presentes que dei para minha nova afilhada foram um DVD e um CD da Palavra Cantada (e um livro travesseiros deles também), para os pais ouvirem no carro, ao passearem com ela.

Quando minha irmã era pequena ela adorava o Peter Rabbit, tinha até um cobertor dele e eu cantava pra ela a música dele. Muito fofo.

 Clássico do anos 80! Legal que eles falam numa língua própria, cada criança interpreta do seu jeito. Trabalha questões de família, amigos, irmãos, escola. Meus kids adoravam, temos o DVD. Já falamos dele aqui no blog também.

 Para crianças em idade pré-escolar. Trabalha muito a amizade.


 Para crianças a partir dos 4 anos:
 
 Este é excelente e super educativo. Já falei desse DVD, lá em 2008, quando criei o blog. Meus filhos têm os livros (também falei deles em 2008). Adoramos. Venha descobrir como é uma colmeia por dentro, como funciona o corpo humano, como um arqueólogo trabalha, como era na época dos Dinossauros, entre muiiitas outras coisas interessantíssimas!

 Eu amo histórias sobre livros! Matilda era apaixonada por leitura, aprendeu tudo que sabe sozinha e só isso já basta para que as crianças se encantem com a história dela!

Esse filme é simplesmente demais. Muito fofo! Já vimos dezenas de vezes e nunca nos cansamos.

Para crianças a partir dos 7 anos:

 Depois de jogar muito... Desenho! Hora de ver todos os episódios novamente! Logo, logo o filme deles será lançado.

 Oba! Perfeito para o Carnaval! Vamos colocar a série em dia! Novos episódios dos amados Soluço e Banguela.

 Já vimos várias vezes também! Temos inclusive um OH! gigante! Fofo!

Esse foi o filme escolhido para vermos hoje! Vimos no cinema e também dezenas de vezes no Netflix.

 Já começou a nova temporada da serie! Eu amo versões de contos de fadas. A Ceci tem uma das bonecas e adora!

Para crianças a partir dos 9 anos:
 Nesse filme me apaixonei pelo David Bowie, quando eu tinha uns 10,11 anos! Adoro! Vimos nas férias.

Filme clássico dos anos 80! Tooodo mundo precisa ver!
 A idade que eles consideram seguro para ver o filme é 12 anos, por que as crianças brincam com objetos perigosos. Se seu filho imita tudo que vê e ainda não discerne a fantasia da realidade, é bom esperar e mostrar esse filme quando ele for mais velho. Nós o vimos quando a Ceci tinha uns 8 anos e não tivemos problema. Adoramos, inclusive!

 Esse desenho eu não gostava no início, confesso. Mas me identifiquei com a mãe do Gumball. Então adoro os episódios que ela aparece. Muita bobagem, muito nonsense. Divertido.

Para todas as idades:
E há uma quantidade grande de filmes da Disney! Já vimos todos também!

Fica a dica! E venha pular o Carnaval, regado a pipoca, com a gente!



Com estes dois ótimos títulos da editora Peirópolis abrimos a série de resenhas de livros sobre cultura africana e afro-brasileira. O objetivo é divulgar literatura de qualidade para ajudar professores e pais a levar até as crianças valores que sempre estiveram presentes na nossa cultura, mas somente a pouco tempo ganharam o merecido registro. Esperamos com isso dar uma pequena contribuição para a construção de um imaginário mais amplo e rico em histórias e lendas afro-brasileiras. Estamos buscando livros de várias editoras sobre o assunto, se você quiser indicar algum, por favor coloque-o nos comentários. Conhecer e admirar são os primeiros passos para respeitar e valorizar.

O Mundo no Black Power de Tayó, de Kiusam de Oliveira com ilustrações de Taísa Borges. 
Livro lindo, em todos os sentidos. História, valores, ilustração e projeto gráfico.
Tayó é uma menina de beleza rara com seus olhos negros como a noite e boca grossa como orobô. Na cabeça ostenta um enorme cabelo crespo que enfeita com a ajuda da mãe. Flores, borboletas e fitas expressam alegria no cabelo Black Power de Tayó. Alguns colegas dizem que seu cabelo é ruim, mas ela sabe e responde que seu cabelo é fofo e cheiroso.
 Tayó é uma princesa que lembra nos sonhos as origens reais dos seus ancestrais africanos.

O Espelho Dourado, de Heloísa Pires Lima, ilustrações de Taísa Borges.

 Heloísa Pires Lima leva o barco do seu Pescador de Histórias pelo rios do mundo. Neste livro ele lança sua rede na África, mais especificamente na curva do rio Niger, em Gana. Lá ele pesca a história de Nyame que foi roubada do seu prometido pouco antes do casamento. Nyame, que tem o nome de uma divindade, conta apenas com a ajuda dos seres que habitam o mundo dos espelhos, entre eles a avó, para ajudá-la a retornar ao seu povo.
O livro ainda conta com a sessão Brincáfrica que propõe jogos para familiarizar o pequeno leitor com o vocabulário e algumas peculiaridades da cultura e geografia africanas.
As partes internas da capa são de material dourado com uma parte destacável para ser usada como espelho.
 Hoje, DE NOVO,  vamos reunir livros sobre coisas, atitudes, pessoas e sentimentos que, provavelmente, seu filho vai encontrar na escola esse ano... Livros que podem ajudá-lo em caso de necessidade.
Eu sei, pois ajudaram a gente aqui. Esse é o post número 2.
O post número 1 está AQUI.
Ao longo desse mês vamos escrever muitos outros.
Se seu filho começa na escola agora pela primeira vez), nem que seja numa escola nova, tem um post com livros sobre o assunto, AQUI.

Certamente vai ter...

APRENDER A SE COMPORTAR DIFERENTE:

Se seu filho está começando pela primeira vez na escola, ele certamente vai ter que mudar alguns comportamentos... Vai ter que aprender a ficar hooooras sentado, quer queira, quer não (Hehehe). Vai ter que aprender a ficar quieto quando a professora pedir, vai ter que ficar sentado no mesmo lugar, até a professora deixá-lo sair. É a vida.

COMO SER UM BOM CACHORRO de Gail Page, da editora Brinque-book.
Não adianta o cachorro se sente a vontade em casa: sobe no sofá (de qualquer jeito), rasga as coisas (não importa de quem seja), mexe em tudo, até no lanche dos outros. Bah! Assim não dá! E ele é expulso de casa. A gata, que é educadíssima e também mora lá, fica com saudades e resolve ensinar o cachorro a se comportar melhor. Mas nem sempre o resultado é o esperado!
As crianças pequenas adoram, se veem no cachorro, tendo que se moldar, como em sala de aula.
Divertido... Até porque o cachorro não faz tudo igual, como deveria, como a criança! ;)


TER NOVOS HORÁRIOS:
Esse livro é show! Principalmente se ela vai precisar ir para escola de manhã ou ir no turno integral, ficando o dia inteiro na escola.
DE MANHÃ. Coleção Histórias de Sofia. Ilustrado e escrito pela Taline Schubach, da editora Callis.
A menina precisa ir para escola beeeem cedo... Mas como é difícil acordar cedo! Quando ela era pequena o pai fazia tudo, com ela ainda dormindo. Só acordava mesmo quando chegava na escola... Mas agora que está crescida, quanta confusão!  O livro é super divertido.
 Já falamos da coleção AQUI

ESPAÇO:
Ele vai descobrir que na escola tem mais espaço livre que em casa! Pelo menos as crianças que moram em apartamento vão!
QUINTAIS de Cris Tavares e ilustrações de Ana Terra. Da Salesiana.
O que é um quintal? Como aproveitar toooodo esse espaço? O que dá pra fazer? Um livro com os diferentes tipos de quintais.

VAI TER QUE APRENDER A PENSAR DE FORMA PRÓPRIA:
A medida que eles vão ficando mais velhos, vão criando grupinhos e turmas... E uma vez dentro desse grupo fechado vão querer fazer tudo que os outros fazem! Melhor mostrar agora, enquanto são pequenos, que isso nem sempre (quase nunca) é bom. Que precisam pensar de forma própria para não se machucarem ou se meterem em encrencas!
MARIA-VAI-COM-AS-OUTRAS de Sylvia Orthof (meu livro favorito dela). Editora Ática.
Suuuper recomendo.

SEU FILHO VAI DESCOBRIR QUE É UM ARTISTA:

Quando começar a desenhar... Vai querer desenhar por tudo... E a professora não vai deixar, nem a mãe! Hehehe. O menino se descobre artista e começa a fazer em casa tudo que passa na sua cabeça (imitando os grandes artistas da história)! A mãe quase enlouquece! Muito divertido e inspirador.
EU SOU ARTISTA de Marta Altés. Editora: Ciranda Cultural.

VAI APRENDER O ALFABETO:
Aqui uma menina aprende o alfabeto brincando com o avô, dentro de uma caixa de papelão, enquanto os pais precisam trabalhar. Mas o aprendizado poderia acontecer na escola, sem problema algum. 
Uma forma divertida de brincar com as letras. A CAIXA DE SONS de Marlon Cruz e ilustrações da minha super amiga Patrícia Langlois. Editora: Pé de Livros. 

ALGUM COLEGUINHA VAI FICAR DOENTE:
Nossa... Quando meus filhos começaram a irem para a escola, começaram a fica doentes também. O contato com outros seres humanos é maravilhoso, mas também há a troca de bactérias, faz parte.
MORA PEGOU CATAPORA  de Alexandre Azevedo e ilustrações de Bruna Assis Brasil. Editora: Roda & Cia.
Depois de uma semana de chuva a menina sai pra brincar... Passa na casa de cada amigo, mas sempre ouve a mesma resposta: o amigo está doente com... Aí a doença muda, conforme o nome da criança. Judite, Otite; Guido, nariz entupido; Margarida, dor de barriga. Texto todo rimado e divertido.

VAI TER GENTE EMBURRADA:

Não tem jeito, vez por outra a gente acorda emburrada e não há santo que nos tire a tromba!  Mesmo que os amigos nos tentem ajudar, fazem palhaçada... Não queremos nem saber.
Essa é a história A FADA EMBURRADA de Alessandra Roscoé e ilustrações de Romont Willy. Editora: Elementar.
Venha descobrir como a fada emburrada, "desemburrou"! kkkk

VAI TER UM COLEGA COM ESPÍRITO DE PORCO:

O PORCO de Bia Hetzel e ilustrações de Filipe Jardim e Flora Sonkin. Editora Manati.Ah! Toda turma tem! Um que de uma hora pra outra veste uma máscara e se transforma totalmente, ou se revela!
Sinopse:
Mau-humor gera agressividade. Agressividade gera violência. Violência gera violência. Todo mundo sabe onde isso termina. Poucos conseguem evitar que tudo comece. De onde vem o mau-gênio? Como combater o 'espírito-de-porco' que ataca as pessoas e às vezes parece tomar conta da humanidade? Neste livro, Bia Hetzel revela uma receita infalível contra o mau-humor.

VAI TER GENTE QUE PENSA DIFERENTE DE VOCÊ:
Um livro com textos para fazer os pequenos leitores pensarem.
SE É ASSIM QUE VOCÊ PENSA de Geert de Kockere e ilustrações de Johan Devrome. Editora: Brinque-Book.
Sinopse:
Qual de nós é o maior?, perguntou o Corvo. Ora, disse a Lebre, o que quer dizer com o maior? É o comprimento que conta? Ou talvez a altura? Ou ainda a distância que se pode atingir? Nada disso, disse o Corvo. Quero dizer: qual de nós é na realidade o mais forte? Ora, repetiu a Lebre, o que quer dizer com o mais forte? É a força com que você consegue fazer algo? Ou a velocidade com que você consegue fugir? Catorze conversas filosóficas entre animais que veem o mundo de forma original. São diálogos engraçados que falam de amizade, saudade, ciúme, confiança, tédio, admiração etc. O óbvio para um nem sempre é óbvio para outro.
Textos de página e meia onde os animais refletem e mostram que nem sempre o óbvio é óbvio.

VOCÊ VAI DESCOBRIR QUE TODA HISTÓRIA TEM MAIS DE UM LADO:
 Será que as histórias que nossos filhos nos contam, ao chegar da escola, realmente aconteceram daquele jeito?
Esse livro é ótimo para trabalhar a empatia (colocar-se no lugar do outro).
VOZES NO PARQUE do maravilhoso Anthony Browne. Editora Pequena Zahar.
Sinopse:
Um mesmo passeio no parque contado por quatro vozes diferentes – oferecendo ao leitor perspectivas muito diversas e dando a uma história simples uma profundidade fascinante. Vozes no parque, do premiado autor-ilustrador americano Anthony Browne, é um convite para nos colocarmos no lugar do outro, para ampliarmos nosso horizonte e para pensarmos sobre algumas questões como o isolamento, a amizade e as coisas estranhas em meio ao familiar – temas caros ao autor. As ilustrações são expressivas e provocadoras, revelando sempre algo novo numa segunda olhada: árvores sonolentas, um jacaré à espreita, alusões a Magritte, a Mary Poppins... 

DEUS ME LIVRE, MAS É BOM ESTAR PREPARADO... PODE TER ALGUM CASO DE DROGAS NA ESCOLA:
RICARDINHO EM QUANDO MEU MELHOR AMIGO VIROU ZUMBI de Fernanda Oliveira e ilustrado por Jotáh. Ainda sem editora! Ganhamos um exemplar da autora! <3
Quem nunca ouviu de historias de pessoas vendendo ou distribuindo balas de graça, em portas de escolas?
Essa é a história de Ricardinho que ao ver o amigo transformando-se numa criatura pálida, sem expressão, sem vontades, percebe que alguma coisa está errada... E como os Zumbis tomaram conta do universo infantil (jogos, games, livros, roupas) ele acha que seu melhor amigo foi transformado num Zumbi! Só que ao segui-lo, um dia, descobre que há um garota mais velho dando uma coisa pro amigo, em troca de um relógio! Venha descobrir o que o Ricardinho fez!
Uma ótima história para alertar as crianças que elas precisam ficar atentas! Nada de aceitar coisas de estranhos e se perceberem que um amigo está diferente, avisar um adulto de sua confiança.
Adoramos. 
Vem com a narração da história em CD.

Aguardem que temos mais uma relação de livros para trabalhar assuntos de escola!
Boa leitura!