Dicas para ententer crianças presas em casa
O que é ser feliz?

Uma Família Feliz traz a história de uma família acostumada com problemas, tristezas, absorvida em eletrônicos e a monotonia do dia a dia.

O filho sofre bullying na escola toooodo os dias.
A filha que adolescente, não tem uma ótima relação com os pais, e vive fantasiando romances com meninos que não sabem nem que ela existe.
O pai tão absorvido no trabalho que não consegue nem voltar pra casa (fugindo da realidade) e quando está em casa está tão cansado que não consegue nem ficar acordado.
Uma mãe que tenta manter a família unida, feliz e está totalmente envolvida no trabalho, que não vai pra frente, e quer desesperadamente fazer alguma coisa, qualquer coisa. ( bem coisa de mãe).

 Uma família feliz, que estreia hoje, quinta (17/8) nos cinemas.

Os Wishbones, estão indo de mal a pior, e numa festa a fantasia uma bruxa, Baba Yaga, a mando do Drácula,  transforma toda a família em monstros. Emma se torna um vampiro, Frank se transforma no monstro Frankenstein, Fay em uma múmia e Max em um lobisomem.

E porque isso acontece? Pra mostrar que estão infelizes. E só juntos vão conseguir vencer a Bruxa, Drácula e serem humanos novamente!


Embora o tema seja muito nobre e bonito, Tem algumas cenas que as minhas kids acharam muito extensas e desnecessárias, como quando a mãe caça a bruxa má.

Um filme simples, sem grandes pretensões. Gostamos.


Dirigida por Holger Tappe, da sequência “Tô de Férias” e com roteiro de David Safier e Catharina Junk, a produção tem distribuição nacional Paris Filmes.


Fomo ver VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS ontem. 

Contém spoiler.

(França/2017). Filme dirigido por Luc Besson:
No Século XXVIII. Valérian (Dane DeHaan) é um agente mulerengo, convencido, um soldado que acha que sempre está certo, meio rude (não gostei do jeito dele torcer o braço da guria ao flertar com ela-machista) está (assim se diz) apaixonado pela sua parceira Laureline (que é amarga, irônica, durona, também se acha o máximo e também acha que está sempre certa).

 Ela diz que não corresponde, mas, como todo clichê, ela (Cara Delevingne) gosta dele sim, mas não admite. 

Os dois vão em missões pelo governo, em defesa da Terra e seus planetas aliados. 
Ao receberem uma missão de recuperar um objeto que foi roubado do governo, são atacados por bandidos intergaláticos, e por pessoas que deveriam ser aliadas. Não podem confiar em ninguém. Quando chegam no planeta Alpha, descobrem que essa missão é muito mais perigosa e traiçoeira que já viveram. 

Vão precisar descobrir quem são os seres que vivem nos sonhos de Valerian - serão só sonhos ou existem, existiam de verdade? São uma ameaça?  Porque não há nada sobre eles em Alpha, a cidade dos mil planetas?

Durante a trama precisam descobrir um ponto cego no meio dos mil planetas. Laureline está sendo mantida refém e pronta pra ser servida como jantar e seu parceiro para para ver um showzinho. Oi?

 Cena pra pegar os "teens". Rihanna aparece fazendo dancepole e outras danças em fantasias super sexy.
Na minha opinião, totalmente desnecessária, mas vai pegar (principalmente os rapazes) a molecada de jeito! Rihanna está maravilhosa. 

As kids gostaram. Cecília viu e está com 10 anos (As cenas mais fortes são da Rihanna dançando- se sua criança vê novela da Globo - a minha não vê- nada de mais comparada a tv aberta).

A computação gráfica está um show! A trama prende, só achei meio que algumas partes são previsíveis e alguns clichês clássicos (todo mundo que é bonzinho e não de pele branca morre, por exemplo), mas nada que prejudique a trama. 

O filme é daqueles que 3D faz toooda diferença. Muitto legal.
Se você puder, vá ver em X-D! Totalmente vale a pena! 

"O filme é baseado na grahic novel Valérian, agente espácio-temporal,  uma série de quadrinhos desenhada franco-belga criado por Pierre Christin, escritor, Jean-Claude Mézières, ilustrador e Évelyne Tranlé, responsável por colorir as imagens. A sua primeira aparição, surge em Novembro de 1967.
 Esta é uma das séries francesas mais antigas.

 A série enfoca as aventuras do Valérian, um agente espaço-temporal, e sua colega ruiva, Laureline, enquanto viajam o universo pelo espaço e pelo tempo. 
Influenciado pela ficção científica clássica, a série mistura a space opera com viagens no tempo. Os textos de Christin são notáveis para seu humor, complexidade e ideias políticas liberais fortemente humanistas, a arte de Mézières é caracterizada por suas descrições vívidas dos mundos e das espécies extraterrestres encontrados por Valérian e Laureline em suas aventuras. A série é considerada um marco na banda desenhada europeia e da cultura pop, e influenciou outros meios de comunicação também: vestígios de seus conceitos, histórias e desenhos podem ser encontrados em filmes de ficção científica como Star Wars e The Fifth Element." Fonte: Wikipédia.

No ultimo dia 01 de agosto fomos convidados para participar da cabine de imprensa e assistimos o novo filme "Diário de um banana: caindo na estrada", escrito pelo autor Jeff Kinney.
O elenco conta com Alicia Silverstone, Tom Everett Scott e Juan Gaspard. A direção é de David Bowers, que comandou os três filmes anteriores. Filme é baseado no livro de mesmo nome que faz parte da série campeã de vendas nos EUA. Filme muito esperado aqui em casa, Eu e Sylvio lemos o livro, e estávamos muito curiosos para conferir a historia na telinha.
Nós gostamos muito do filme, mas vale a pena destacar que é um filme para crianças maiores. Sylvio tem cinco anos, gostou, porém, ele já conhecia a historia, e, cada detalhe do livro. foi inevitável, ele até analisou criticamente quando detalhes da linguagem do livro não foi considerado fielmente no filme. Pequenos detalhes, nada que comprometa a historia. Por exemplo, no livro o personagem principal viajava junto com as malas, no local mais apertado do carro. Porém, no filme, isso não acontece.
No filme, uma viagem de carro em família tem tudo para ser algo divertidíssimo, ou não, ainda mais se for a família do Greg Heffley (Jason Drucker). A jornada começa cheia de promessas, mas logo sofre reviravoltas dramáticas. É claro que isso garante muitas risadas. A família Heffley cai na estrada em uma viagem para participar da festa do nonagésimo aniversário de Meemaw, que obviamente, vai hilariantemente fora do curso planejado, graças ao novo esquema de Greg para tornar-se famoso.
O momento mais esperado aqui em casa, era conferir no filme a cena em que o irmão de Greg colocava uma pizza no cofre do quarto, achando que seria um micro-ondas.
Muitos outros momentos do filme garantem bons minutos de risadas: cenas no banheiros de posto de gasolina, gaivotas ensandecidas, malas perdidas, um porco faminto, são memoráveis.
Uma viagem digna de ser considerada um desastre, porém, é claro que nos conquista por virar uma grande aventura. Viagem que a família Heffley não vai se esquecer tão cedo.
Portanto, neste mês de agosto em que tantas famílias reservam atividades celebrando o dia dos pais, eu indico um ótimo momento de boas gargalhadas, reunindo a família, e todos conferindo este novo filme. Vale a pena!
 Quem acompanha o blog a mais tempo já leu/ouviu eu falar que, ao ficar grávida, mudei completamente minha relação com as coisas.
Pensei: Se preciso cuidar minha alimentação pra formar adequadamente o bebê que cresce dentro de mim, também preciso cuidar o que entra, pela pele, pelos olhos, pelos ouvidos, etc...

Comecei a selecionar as música que ouvia, e só escutava as mais bonitas e significativas. Parei de ver TV, só via coisas bonitas e educativas. comecei a cuidar com quem andava e não falar coisas que podiam suscitar sentimentos ruins.
Pra só colocar pra dentro coisas belas e boas.

Chegou essa semana o livro QUANDO VOCÊ ESTAVA NA MINHA BARRIGA de Thrity Umrigar e ilustrações de Ziyue Chen. Da Editora Globinho.

 No livro, que é uma homenagem pra sua filha, a autora conta pra bebê o motivo dela ser tão doce, alegre, amiga, carinhosa, especial, tão querida e musical. 

Um livro doceeeeeee! Daqueles pra ler com os filhos no colo, abracadinhos, dando beijinhos depois (antes e no meio também) de cada frase. 

A criança percebe que ela não só foi muito desejada, desde o início, mas cuidada e amada por todos desde sempre.

Um livro sobre ação e reação, gentileza e amor.

 As ilustrações são cheias de ternura e sentimentos lindos.

Um livro que celebra o amor entre mãe e filhos.
Super recomendamos!

Recebemos da Editora Catapulta a Coleção Abremente. Sucesso mundial, para crianças de todas as idades (de 3 a 93). O lema da coleção é "Para estimular os neurônios".


São oito livros/jogos com perguntas e respostas separadas por idade. Cada livro tem formato de leque e vem em box individual, com páginas plastificadas, o que o torna super resistente. Frente e verso:


Tem o tamanho ideal para levar na bolsa. Dá pra ter como coringa para viagens ou para quando sabemos que os kids precisarão ficar esperando.
Eles podem escolher as perguntas de uma página aleatória ou também por temas, as respostas estão na página seguinte. A ideia é ampliar o conhecimento das crianças de forma lúdica e divertida.
Para os maiores as temáticas são: Língua, Matemática, Vocabulário, História, Geografia, Geometria e Tecnologia, Arte e Esporte, e Ciências naturais.



Para os menorzinhos, o Mini Abremente tem perguntas e respostas em forma de imagem, não é necessário saber ler, nem ter a intermediação de um leitor.


Para os menorzinhos, o Mini Abremente tem perguntas e respostas em forma de imagem, não é necessário saber ler, nem ter a intermediação de um leitor.

Além da aprendizagem, o livro/jogo proporciona um espaço de interação entre pais/cuidadores e crianças. Boa alternativa para aqueles momentos que percebemos os filhos precisando atenção e não sabemos como oferecê-la.

Mais de 50 milhões de exemplares foram vendidos no mundo inteiro. Com esse sucesso todo, aqui não poderia ser diferente; os exemplares que levamos ao piquenique literário de Brasília foram muito aproveitados por pequenos e grandes.




 
Se você quiser conhecer todos os títulos da coleção, veja aqui
A Catapulta é uma editora centrada na publicação de livros inovadores, atrativos, únicos que busca oferecer ao público de todas as idades o melhor livro de cada gênero.
Conheça mais no site.



Esta semana fomos assistir a pré-estreia de Transformers, em Brasilia e em Porto Alegre! 
Aqui Fabricio e papai fizeram um programa de meninos grandes, foram na sessão das 20:30, (horário que o Lucas já está se preparando para dormir, fiquei em casa). Eles adoraram, foi ação do início ao fim! Agradecemos a Espaço Z e Shopping Bourbon Wallig pelos convites.

Em Brasilia fomos assistir no Shopping Pátio Brasil, para conhecer as novidades no cinema Kinoplex que foi todo reformado! Ainda levamos os amigos do blog Entre fraldas e Livros que vieram nos visitar.

Em “Transformers: O Último Cavaleiro”, o gigante Optimus Prime embarcou em uma das missões mais difíceis de sua vida: encontrar, no espaço sideral, os Quintessons, seres que possivelmente são os responsáveis pela criação da raça Transformers. O problema é que, enquanto isso, seus amigos estão precisando de muita ajuda na Terra, já que uma nova ameaça alienígena resolveu destruir toda a humanidade.
Transformers foi todo filmado em IMAX 3D, o que gera um mergulho incrível nas cenas.
Imperdível!!!
Assista o trailer dublado aqui

CA-TA-RI-NA de Thais Laham Morello, ilustrações de Rita Taraborelli, editora Carochinha. 

A escola onde Catarina foi estudar era assim, com os alunos todos certinhos, todo mundo andava na linha.

Diferente dos novos colegas, Catarina tinha a perna fina.

E era muito, muito quieta

Na verdade, Catarina era faladeira ao contrário. Do lado de fora, silêncio, mas do lado de dentro, muitas coisas aconteciam.

Alguns achavam que Catarina era esquisita.

Menos João, ele gostava dela exatamente do jeito que ela era.

E Catarina ficou muito feliz.

Um livro sobre as diferenças, não só físicas mas também emocionais e de comportamento. Existem meninas tímidas e meninos sensíveis, da mesma forma que existe gente com a perna fina e com a perna grossa. Num espaço onde todos tentam se comportar de forma uniformizada, Catarina chega para mostrar que está tudo bem em ser de outro jeito.
O livro de grande formato, conta com ilustrações simples pintadas sobre tábuas de madeira, com pinceladas aparentes que agradam as crianças. Com pouco texto é ideal para os leitores iniciantes.
Se quiser conhecer outros livros da editora Carochinha, entre no site

Oba! Correios acabaram de entregar o livro da @chrisnobrega que comprei no financiamento coletivo! A BRANCA DE LEITE de Christiane Nóbrega e ilustrações de Juliana Verlangieri. Editora C de Coisas.

 Historia moderna da Branca de Neve. Uma guria que nasceu branca como o leite...

Porém alérgica a proteína do leite. É amada e cuidada pela mãe.

Porém essa fica muito doente

e morre, deixando a com o pai, que casa novamente e acha que o que a Branca tem é frescura e não alergia. E a nova madrasta concorda. Quando o pai morre, 

a guria se vê sozinha no mundo e precisa de toda coragem para enfrentar essa nova vida. Ilustrações lindas. Editora C de Coisas.

 Quem quiser adquirir, basta ir no Face da Chris, AQUI. Ceci teve alergia a lactose. Entendemos um pouco do que essa mãe passou. Super recomendo.
Chega ao cinema o longa metragem "Detetives do prédio azul", "D.P.A. – O filme". Os Detetives do Prédio Azul campeão de audiência no Gloob, agora, levará aos cinemas toda sua legião de fãs. No filme, os detetives são confrontados com o maior caso de suas vidas: salvar o próprio edifício da destruição.
A aventura fica completa quando Tom (Caio Manhente), Mila (Letícia Pedro) e Capim (Cauê Campos), fundadores do clubinho original, são trazidos de volta ao Rio de Janeiro para ajudar no caso.

A produção, estrelada por duas gerações de detetives. Em "D.P.A", Bento (Anderson Lima), Sol (Leticia Braga) e Pippo (Pedro Henrique Motta) investigam a mudança repentina no comportamento da síndica de seu prédio, a feiticeira Dona Leocádia (Tamara Taxman).
Para isso, eles contarão com a ajuda dos veteranos Tom (Caio Manhente), Mila (Letícia Pedro) e Capim (Cauê Campos), que já são adolescentes.

O filme conta ainda com participação de Aílton Graça, Maria Clara Gueiros, Otavio Muller e Mariana Ximenes. Ela uma verdadeira bruxa dos livros. A identificação aqui em casa foi automática e divertida. Sempre um livro para cada situação!

Para resolver esse caso, os detetives vão contar com a ajuda do porteiro Severino (Ronaldo Reis), que empresta sua Kombi azul novinha para ser a sede de investigação.


Pippo (Pedro Henrique Motta), Sol (Letícia Braga) e Bento (Anderson Lima) se infiltram na festa de Dona Leocádia (Tamara Taxman), a terrível síndica que é, literalmente, uma bruxa. Lá eles presenciam um crime "mágico", que condena o Prédio Azul a uma demolição de emergência. Para completar, a única testemunha - o quadro falante da Vó Berta (Suely Franco) - desaparece, e Dona Leocádia é enfeitiçada para ficar boazinha.
Detalhe, quando o filme acabar, aguarde as letrinhas rolarem na tela, e, eis que de repente retorna a telona a divertida Vó Berta. Claro, com o jeitão que é só dela.
Por aqui o filme atendeu a expectativa tão esperada, as crianças que são tão fãs, saíram do filme felizes, todas concordando, o filme realmente é muito bom.
Vale a pena conferir. Eu indico!