Dicas para ententer crianças presas em casa
Na nossa saga por ler mais autoras/escritoras mulheres, nos jogamos no
vencedor do Pulitzer de Ficção 2011, "A visita cruel do tempo" da
norte-americana Jennifer Egan que faz parte do catálogo da Intrínseca,
parceira aqui do blog.

A visita cruel do tempo



Jennifer é escritora e jornalista, além de seus livros, escreve
regularmente para o New York Times Magazine - mais recentemente
sobre gravidez e parto entre mulheres dependentes de remédios/drogas
que reproduzem os efeitos de ópio.


Crédito da foto: © Pieter M. van Hattem


Vou confessar que "A visita cruel do tempo" me surpreendeu. Principalmente
porque a cada início de um dos seus 13 capítulos você de fato é surpreendido
e aos poucos vai decifrando o personagem principal, o momento da história e
a conexão com tudo que veio antes. Confuso? Nem um pouco! Porque a autora
mistura diferentes perspectivas, vozes, cenários e personagens em uma leitura  
envolvente e convidativa, te dando pistas claras (porém sem explicar diretamente
com datas) sobre o que está apresentando. Para ter uma ideia, um dos capítulos,
é uma Apresentação de slides de Power Point feito na perspectiva de
uma menina de 12 anos.


O que une todas as histórias? A perspectiva dos Relacionamentos - criados,
vividos, experimentados. De forma nada linear, os personagens ora são
protagonistas, ora coadjuvante nas narrativas.


"Bennie Salazar é um executivo da indústria fonográfica. Ex-integrante
de uma banda de punk, ele foi o responsável pela descoberta e pelo
sucesso dos Conduits, cujo guitarrista, Bosco, fazia com que Iggy
Pop parecesse tranquilo no palco. Jules Jones é um repórter de
celebridades preso por atacar uma atriz durante uma entrevista e vê
na última - e suicida - turnê de Bosco a oportunidade de reerguer a
própria carreira. Jules é irmão de Stephanie, casada com Bennie, que
teve como mentor Lou, um produtor musical viciado em cocaína
e em garotinhas. Sasha é a assistente cleptomaníaca de Bennie,
e seu passado desregrado e seu futuro estruturado parecem
tão desconexos quanto as tramas dos muitos personagens
que compõem esta história" - Site da Intrínseca


Por um lado, acontece um grande desapego, porque você vive fragmentos
das histórias e em muitos fica o desejo de saber mais, de continuar daquele
ponto de vista ou conhecer mais sobre o personagem. Por outro lado, o que
a autora te entrega é esse desconforto do tempo na prática.


"Eu não sinto o tempo como linear. Eu experimento-o em camadas
que parecem coexistir... Uma coisa que facilita esse tipo de viagem
no tempo é a música, é por isso que eu acho que a música acabou
sendo uma parte importante do livro. Também, eu estava lendo Proust.
Ele tenta, com muito sucesso, em alguns aspectos, captar o sentido
da passagem do tempo, a qualidade da consciência, e as maneiras
de contornar a linearidade, o que é o estranho flagelo da escrita em prosa.
- Depoimento da autora


Em 2018, a autora lançou um novo romance "Praia de Manhattan", que já
estou louca pra ler.


Para saber mais:
Site da Autora http://jenniferegan.com/
Livros publicados pela Intrínseca: https://www.intrinseca.com.br/autor/102/
Aqui em casa temos uma regra: chegou livro novo, o primeiro a ler, precisa fazer a resenha!
Então, desta vez, meu irmão Rodrigo pegou o livro emprestado, teve que fazer a resenha:

LOGO, LOGO

"Olá! Meu nome é Rodrigo e sou irmão da Gisele. Eu era o nerd da família até a chegada do Cássio e adoro livros sobre ciência. Hoje vou falar sobre “Logo, logo: dez novas tecnologias que vão melhorar e/ou arruinar tudo”, que foi escrito por um casal formado por uma bióloga e um cartunista (Kelly e Zach Weinersmith)! Eles juntaram seus poderes para estudar, mastigar e explicar dez temas que podem revolucionar a nossa vida num futuro próximo.


Estamos cercados por novas tecnologias que não estavam disponíveis na época dos nossos pais (que se divertiam perseguindo dinossauros, ou coisas assim) e coisas incríveis surgem cada vez mais rápido. É difícil imaginar o que o futuro reserva para a Humanidade, mas tem muita gente pensando nisso e tentando prever o que vem pela frente. Acertar as previsões é o mais difícil. Os autores escolheram dez coisas que tem o potencial de transformar o mundo e conversaram com cientistas ao redor do planeta para entender o que já sabemos, o que ainda precisamos aprender e o que vai acontecer se tudo der certo. Cada uma delas promete revolucionar a vida de todos e resolver problemas que parecem ser não ter solução nas condições atuais.


Os temas são divididos em três grandes grupos: UNIVERSO (acesso barato ao espaço e mineração em asteroides), COISAS (energia de fusão, matéria programável, construção robótica, realidade aumentada e biologia sintética) e VOCÊ (medicina de precisão, bioimpressão e interfaces cérebro-computador). Cada capítulo é escrito pensando em alguém que não sabe nada sobre o assunto, explicando coisas complicadas de maneira fácil e com muito humor. Cientistas falam sobre o que sabem e o que não sabem, e discutem o longo caminho até o objetivo final. Problemas com tempo, dinheiro e política são apresentados, indicando os obstáculos que formam a estrada de cada tecnologia. No final do livro, tem um capítulo com outros assuntos que não conseguiram entrar no livro. Alguns porque são complexos demais e precisariam de um livro só para eles. Outros assuntos são interessantes, mas ainda são muito novos para resultar em produtos revolucionários.


É um livro muito bacana, de leitura agradável e que pode ser lido em qualquer idade. Algumas piadas podem passar batidas por pessoas menos nerds, mas é interessantíssimo para qualquer pessoa que goste de ficar pensando no mundo do futuro. 


 “A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo”. "

Para conhecer mais ou comprá-lo com desconto:  https://amzn.to/2Ds9HSA
Está noite as kids vão dormir mais quentinhas!


 Não sei como anda o resto do Brasil, mas Brasília deu pra fazer frio à noite!
Clima perfeito pra dormir.

 Recebemos um #presskit de pijamas da Dedeka! Agora tem pijamas pra teens, sem estampa, para aqueles que ainda querem o conforto dos pijamas Dedeka, mas PENSAM que são "grandes" demais pras estampas infantis (embora a Ceci já me pediu o pijama com gatinhos que viu no catálogo deles - deslize pra ver). 

As kids receberam:

*Pijama de algodão e modal infantil rosa, manga longa. Calça azul marinho com punho e camiseta evasê rosa suave com manga fofa e detalhe de laço de cetim azul marinho no decote. Tamanho 14 anos. Este é um tecido que reúne todo o conforto do algodão com o toque e o caimento do modal. Acompanha embalagem em plástico oxibiodegradável (que sempre reutilizamos) e a composição das peças de roupa: 58% algodão 38% modal 4% elastano.
https://loja.dedeka.com.br/produto/pijama-de-algodao-e-modal-infantil-rosa-e-azul-marinho

*Pijama infantil de algodão e modal para menino, manga longa raglan. Calça azul marinho e camiseta azul marinho com mangas brancas. Tamanho 14 anos. Este é um tecido que reúne todo o conforto do algodão com o toque e o caimento do modal. 

Composição: 58% algodão 38% modal 4% elastano. 

 O tema da coleção Outono-Inverno 2019 da Dedeka é FLORESTA ENCANTADA.

 As linhas são Homewear Bebê (0-12 meses ), Primeiros Passos (1-3 anos) e a

 Homewear Infantil (4-14 anos).

O pijama do Lucas é de moletinho, quentinho e macio. A estampa que brilha no escuro fez o maior sucesso aqui.
Aproveitamos o friozinho que andou fazendo aqui no sul (verão gaúcho tem frente fria também) e testamos o pijama. Foi bem legal porque está numa fase de medo de apagar a luz e para ver a estampa que brilha, acabou aceitando a luz apagada. 


Meus filhos usam Dedeka desde que a Ceci tinha 2 anos (ela vai fazer 13 anos), muiiiiito antes da marca virar parceira do Kids Indoors. Quem me apresentou a marca foi minha prima, Viviane, que comprava pra filha dela usar... E claro que me apaixonei. 

A Dedeka é uma marca gaúcha que nos enche de orgulho!


 E fique de olho no IG: @instadedeka, pra ver as novidades, cupons de descontos e também as promoções. 


 Para conhecer mais: www.dedeka.com.br e a loja virtual: https://loja.dedeka.com.br

Temos dezenas de Posts sobre a PÁSCOA!

Vamos reunir os favoritos AQUI!

Brincadeiras e atividades:

http://www.kidsindoors.com.br/2011/04/coelho-da-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2012/04/coelho-esmalte-lembrancinha.html

http://www.kidsindoors.com.br/2018/04/coelhinho-da-pascoa.html


http://www.kidsindoors.com.br/2015/03/coelhinhos-de-garrafas-pet-para-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/copos-decorados-de-pascoa.html


http://www.kidsindoors.com.br/2014/03/guirlanda-de-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/cesta-coelho-da-pascoa-reciclagem.html

http://www.kidsindoors.com.br/2015/03/fazendo-jogos-com-coelhinhos.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/cesta-coelho-da-pascoa-reciclagem.html


http://www.kidsindoors.com.br/2009/03/coelinhos.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/presentinho-de-pascoa-feito-em-casa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/lembracinha-de-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2011/04/ideia-super-legal-de-pascoa.html


http://www.kidsindoors.com.br/2011/04/coelhos-coelhos.html

http://www.kidsindoors.com.br/2011/04/flagrante.html

http://www.kidsindoors.com.br/2010/04/ovos-de-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2010/04/pitagoras-switch-de-pascoa.html



http://www.kidsindoors.com.br/2014/03/enfeite-para-janela-ou-parede-de-pascoa.html

Buquê de flores para a Páscoa:
http://www.kidsindoors.com.br/2015/03/flores-de-tecido-como-fazer.html e
http://www.kidsindoors.com.br/2015/03/flores-de-papel-como-fazer.html



Livros sobre coelhos e sobre páscoa (não necessariamente as duas coisas juntas):

http://www.kidsindoors.com.br/2014/03/livros-sobre-pascoa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2018/07/o-pacto-do-bosque.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/09/nao-e-uma-caixa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/pedrinho-pintor.html


http://www.kidsindoors.com.br/2014/03/surpresa-de-pascoa-livro-e-brincadeira.html?spref=pi

http://www.kidsindoors.com.br/2017/10/coelho-13-e-o-olho-que-tudo-ve-cecilia-1.html

http://www.kidsindoors.com.br/2016/06/celio-coelho-e-joao-cao-editora-brinque.html

http://www.kidsindoors.com.br/2016/04/a-ponte-editora-callis.html

http://www.kidsindoors.com.br/2015/12/o-coelhinho-que-queria-dormir.html

O segundo livro deste post tem coelho: http://www.kidsindoors.com.br/2015/09/brinque-book-em-capitulos.html

http://www.kidsindoors.com.br/2017/10/use-imaginacao-mas-cuidado-com-o-que.html

http://www.kidsindoors.com.br/2013/03/uma-torta-para-mamae.html



Receitas:


http://www.kidsindoors.com.br/2014/04/carapinha-de-pascoa.html


http://www.kidsindoors.com.br/2013/03/nossa-pascoa-feita-em-casa.html

http://www.kidsindoors.com.br/2008/10/hummmm.html

http://www.kidsindoors.com.br/2012/03/receita-de-biscoitos-e-reciclando.html

http://www.kidsindoors.com.br/2010/04/ovos-de-pascoa.html

Tem muiito mais posts no blog! Mas escolhemos os que mais gostamos pra vcs!
Boa Páscoa!


 O Iguatemi Brasília está fazendo aniversário e

nos convidou para uma das comemorações de 9 anos, junto com a turma do Castelo Ra-Tim-Bum!

Almoçamos no Abbracci Restaurante e depois fomos ver, em primeira mão, a Exposição do Castelo Ra-Tim-Bum! Pura nostalgia.

É um pequeno museu com peças, vídeos, quadros e mini ambientes do castelo mais amado do Brasil.

Tem a biblioteca, o quarto da Morgana,

o quarto do Nino e, minha parte favorita,

a banheira do Rato! Coloquei algumas partes no nosso Instagram @kidisndoors!


 Ficamos, @boaleiturabomapetite e eu, bem felizes em fazer parte desta festa. De 28 de Março à 26 de Maio de 2019.

A atração fica no piso térreo, praça central.

Os valores são: R$ 20,00 (meia-entrada R$ 10), de terça a sexta-feira, e R$ 24,00 (meia-entrada R$ 12), aos sábados, domingos e feriados. Crianças até 2 anos e 11 meses não pagam.

 No momento da compra, é possível escolher a data e o horário da sessão para o passeio, assim, no dia, bastará chegar com 30 minutos de antecedência. A partir de 27/03, uma bilheteria física funcionará no shopping (próxima à saída do Castelo) e nela também haverá venda de ingressos. O atendimento acompanhará o horário da exposição.


A mostra receberá visitas de terça a sexta-feira, das 13h às 21h (início da última sessão às 20h30); sábados, das 11h às 21h (início da última sessão às 20h30); e domingos e feriados, das 12h às 20h (início da última sessão às 19h30).

Horário

Horário: Terça a sexta-feira, das 13h às 21h (início da última sessão às 20h30).

Sábados, das 11h às 21h (início da última sessão às 20h30).

Domingos e feriados, das 12h às 20h (início da última sessão às 19h30).

Para saber mais:

https://iguatemi.com.br/brasilia/eventos/exposicao-castelo-ra-tim-bum
Fica a dica!

Minha professora é um Monstro! 
Não sou, não.


De Peter Brown, editora Intrínseca.
A gente adora o Peter Brown. Sabe aqueles autores que tu tem vontade de convidar pra tomar um café e ver suas ilustrações de perto? É ele. O Peter, além de ilustrar maravilhosamente, sabe tudo do universo infantil. Neste livro ele nos mostra a visão que a criança tem da professora, um monstro.


É que a professora o assusta com seus gritos. Não é pra menos, o menino está sempre atirando aviõezinhos que atrapalham a aula. Pausa para defender a professora, quem já esteve à frente de uma turma de quarto ano sabe que a voz de trovão é acessório indispensável em momentos críticos. A questão é que o menino só vê esse lado da professora.


Até que num sábado se encontram casualmente no parque, no lugar preferido do menino. Após os cumprimentos um silêncio constrangedor se instaura entre os dois.


E um vento de levar chapéu interrompeu o silêncio. O menino salvou o chapéu e a relação entre os dois saiu da mera cordialidade. Descobrem que tem uma coisa em comum, ambos gostam de conversar com os patos do lago. Roberto decide mostrar o seu lugar preferido no parque e a professora tem uma ideia maravilhosa (que eu não vou contar).


Aos poucos uma transformação vai acontecendo aos olhos do menino, a professora está menos verde, menos monstruosa. Mas em sala de aula, segue sendo a professora, claro!

Um livro lindo sobre o papel social que cada um desempenha e como isso afeta a espontaneidade das relações. Sobre olhar o outro além desse papel e ter mais empatia com suas necessidades e limitações.
Livro que não pode faltar em nenhuma biblioteca escolar, seja para mostrar aos alunos o quanto é importante respeitar o trabalho dos professores ou para que, através do humor, estes percebam que podem estar se desgastando e desgastando a relação com os alunos por sucumbir ao cansaço e gritos.
Serve para pais e cuidadores revermos nosso comportamento também.

Capa dura, folha fosca e grossa, edição maravilhosa. Só podemos pedir a Intrínseca que publique mais livros do autor, por favor!!!!!! A infância (dos pequenos e grandes) agradece.




Por uma Europa democrática é uma obra conjunta elaborada por Stéphanie Hennette, Thomas Piketty, Guillaume Sacriste e Antoine Vauchez, editado pela Intrínseca.
O leitor convidado para avaliar o livro é o Fabrício de León, que está cursando história na universidade e se interessou pelo assunto proposto pelos autores.

A ideia principal este livro é propor um tratado em defesa da democratização da Zona do Euro, baseado na instalação de uma Assembleia Parlamentar. Esta que tem como objetivo propor o diálogo e a participação democrática de todos os membros do bloco europeu. Os autores, que são especialistas em direito, ciência política e economia, propõem o Tratado de Democratização da Governança da Zona do Euro, que é basicamente um documento composto por diversos artigos com leis, com o objetivo final de democratizar as decisões e a política européia em geral, garantindo maior participação dos países menores e/ou mais pobres nas decisões sobre o futuro do bloco e de sua administração.


 O livro possui uma escrita densa e acadêmica, sendo uma ótima leitura para estudantes de (ou para quem deseja cursar) Ciência Política, Relações Internacionais ou Economia. Além disso, é oferecido nas últimas páginas um glossário com o nome de diversas instituições europeias citadas no corpo do texto, explicando a função de cada uma destas, o que melhora muito a leitura e proporciona um maior entendimento do raciocínio dos autores. Para aqueles que gostam de Geopolítica e da democracia, "Por uma Europa Democrática" de tradução de André Telles e distribuído pela Intrínseca é um livro que pode agregar muito na sua bagagem de conhecimento sobre a atual política e gestão pública do Velho Mundo.


Recebemos dos nossos amigos da editora Gato Leitor um livro muito bacana do Fábio Monteiro e da Ionit Zilberman.

Sabe aqueles livros que fazem a gente pensar, sair da zona de conforto? Eu Não Sou Não é um deles. Os autores nos apresentam uma obra entre poesia e manifesto. Manifesto pelo direito da criança de estar em constante construção e transformação, de ser ou não ser (eis a ...).


Como diz logo no início, o livro não tem começo nem fim, pode ser lido até de ponta cabeça. Perfeito para aquela fase que a criança diz "não sou criança, sou macaco" (por aqui é coelho), e tudo bem, ela pode ser o que quiser. Com sentenças curtas, afirmações e negações, espalhadas conforme as ilustrações pedem, o livro ganha um ritmo de passeio por todos os cantos das páginas.


Tem mais uma coisa bacana que a Ionit fez, enquanto o texto foca na negação, as ilustrações são compostas por traços, quase esboços dos personagens imaginados e no momento em que o texto passa para as afirmações (imagem abaixo) as ilustrações apresentam acabamento em pintura. Aqui as crianças são representadas em todas as suas fantasias possíveis.


Cheio de referências que os adultos vão adorar descobrir (arte, música, literatura). Premiado com o Selo “Seleção Cátedra 10” da Cátedra Unesco de Leitura PUC-Rio. Imperdível!
Se você quiser conhecer melhor essa editora super caprichosa espie o site aqui

O crocodilo e o dentista de Taro Gomi, da editora Berlendis.

Embora muitas pessoas se preocupem em ir ao dentista, pode ser que o dentista tenha medos também...
 É a história de um crocodilo que precisa parar de brincar pra ir ao dentista, pois está com um dente doendo.
 E o que o livro trás de mais legal é que as falas se repetem. Tanto o crocodilo quanto o dentista estão assustados e repetindo quase exatamente o que o outro está pensando.

Tudo que o crocodilo sente, o dentista também sente.

 E as ilustrações mostram os sentimentos, como frustração, raiva, medo, tristeza, gratidão...

Mostrando que a nossa dor, pode ser também a dor do outro.

O nosso medo, pode também ser o medo do outro.



As ilustrações são bonitas, engraçadas, simples e focam nos dois personagens, são duas massas de cor que mostram com as expressões do rosto e os movimentos do corpo, o que estão sentindo.

Toda história tem dois lados.
O espelhamento e a repetição são usados ​​com humor e empatia. Uma ótima opção para discutir pontos de vista, gentileza e coragem (ter uma conversa interna positiva consigo mesmo). O livro foi publicado no Japão em 1984.

E que não importa o quanto é legal ficar brincando, a gente precisa parar para escovar os dentes (😂).