Dicas para ententer crianças presas em casa

De Ilan Brenman com ilustrações de Raul Guridi, editora Moderna.
Mais um livro bacana para celebrar o dia dos pais.
Tem pai de todo tipo, né? Os que trabalham muito e saem de casa antes dos filhos acordarem, os que jogam vídeo-game, os que só vem os kids no final de semana mas aqui o Ilan vai nos mostrar um muito especial, o Pai Cabide. Ué, mas por que esse nome?


Pai Cabide está sempre a disposição da filha, que logo ao acordar já pendura o pijama seus braços.
Ao voltar da escola, deixa a mochila com ele. Depois de brincar o chapéu de bruxa também vai para os braços do pai. E assim sucessivamente, o dia inteiro.
Até que na hora de dormir a menina o procura para contar uma história e cadê o pai?


Soterrado embaixo de tantos pertences.
A menina se dá conta e começa a guardar cada coisa no seu lugar, descobrindo o pai novamente.
É uma história cumulativa onde a disponibilidade do pai o transforma em um mero objeto utilitário. O livro questiona de forma bem humorada a mecanicidade das relações, nas quais muitas vezes estamos presentes, mas não estamos. 
Ilustrações despojadas com desenhos em giz de Raul Guridi colaboram com o clima leve e irônico da história.
Ilan nos conta que a história nasceu de um fato verídico. Na saída da escola, a filha e suas colegas que também iriam com ele, foram deixando as mochilas no seu colo até quase soterrá-lo. Acontecimentos na mão de um ótimo escritor, acabam virando livro. 

Você já imaginou encontrar uma abelha que não sabe colher mel? Esta é uma divertida historia chamada "Anita a abelha" de Kátia Canton, com ilustrações de Bruna Assis Brasil, pela Editora Carochinha.
Mas, a grande maravilha emocionante deste historia esta na superação a partir da amizade que esta linda abelhinha  vive.
 
Esta amizade que transforma sua vida, e juntas, estas amigas elaboram uma delicia que encanta a todos no livro, e porque não, vai encantar também você e eu. No fim da historia, a autora reserva a receita completa, com dicas detalhadas do passo a passo para todos nós fazermos também, uma deliciosa receita igual a abelhinha.
Aqui, nós curtimos criar um lanche criativo com Anita. Utilizamos manga, melão, mamão, e uvas passas.
A ilustração de Bruna Assis Brasil garante encanto ainda maior entre todas as crianças
 
Na historia do livro a Colmeia da abelha-rainha não há lugar para Anita, uma abelhinha que não sabe fazer mel.
 
Então, na historia, o que Anita faz é uma guloseima diferente...Você já descobriu? É um delicioso pão de mel. Todos os detalhes com ilustrações lindas, estão neste livro.
Enquanto os zangões zombam de Anita, ela conhece a abelha Belade, que lhe diz que nem tudo é o que parece. E quem poderia imaginar que dessa nova amizade sairia uma surpresa tão deliciosa?

Uma linda história de amizade, superação, melhor ainda, revela uma gostosura de surpresa. Hum! Tenho certeza que vocês também irão amar.
Nesta edição do mes de JULHO, Eu Marcia, e todas as minhas amigas do @temcriancalendo estamos apresentando vários livros infantis pra vocês, e convidamos todos a postarem livros infantis de receitas, títulos que ajudem na alimentação ou obras sobre comidinhas!
 
Nós aqui do projeto Boa Leitura Bom Apetite curtimos muito esta linda historia da abelhinha Anita, e principalmente a superação a partir desta linda amizade com Belade.  
Boa Leitura Bom Apetite!
 
Você tem livros que falam sobre comidas, receitas, ou que auxiliaram você para alimentar melhor sua família? Eu destaco aqui um dos meus livros mais queridos, "Rimas saborosas" de Cesar Obeid, ilustrações Luna Vicente, pela Editora Moderna.
 
Neste mês de julho o projeto do @temcriançalendo eu Marcia @boaleiturabomapetite, junto com todas as minhas amigas
@kidsindoors
@casadeleitores
@entrefraldaselivros
@coisasdalara
@conversadequintal
@mardehistorias
@sobreissoeaquilo
@virapaginas
@cirandacontada
estamos todas postando varias dicas incríveis sobre livros que nos auxiliam na alimentação, ou livros infantis de receitas.

Eu sou fã de poesia, amo trabalhar poemas com as crianças. E amo mais ainda cordel. É por este AMOR que decidi, hoje, destacar este livro, e melhor, montar nosso lanche criativo com as frutas mais queridas para cada criança. Alguns escolheram banana, outros abacaxi, mas, todos escolheram incluir nas suas letrinhas, uma destas três frutas maravilhosas: abacate, melancia e mamão.
 
"Rimas saborosas" de Cesar Obeid, reserva a todos nós amor a primeira vista.
 
Este livro é minha joia, por meio de versos de cordel,
este livro mostra ao leitor como pode ser divertido se alimentar bem. Traz curiosidades sobre os vegetais, informações nutricionais e receitas.
Não se surpreenda conquistar as crianças pela melodia, o encanto e sonorização que existe no Cordel. Os garotos amam quando descobrem "ate mesmo combustíveis são feitos de vegetais".
As crianças todas amam este trecho "como pode um grão de milho transformar-se em pipoca? e você sabe dizer como eu faço tapioca?"
 O livro possibilita descobrir curiosidades, aprender informações nutricionais e receitas.
 
 
As ilustrações neste livro são com a técnica da massinha de modelar foi escolhida para mostrar este assunto importante para a saúde.
 
 
E melhor ainda, as ilustrações que estão no livro, foram inspiradas em alguns detalhes dos trabalhos do pintor holandês Albert Eckhout, que veio ao Brasil em 1637 a convite do governador geral Mauricio de Nassau.
 
 
Ele fez desenhos e pintou telas retratando imagens que encontrou aqui no Brasil até quando viveu no nosso pais, em 1644, com lindissimos trabalhos para os europeus conhecerem as terras daqui. O livro apresenta, estas imagens lindíssimas com flores, frutas, animais e pessoas do Nordeste brasileiro.
Agora é só colocar a mão na massa. Ler, curtir este livro e claro, quem sabe também elaborar um delicioso lanche!
 
 Oba! Meu primeiro livro como escritora chegou! Eu que fiz as ilustrações também!
Eu escrevi essa história láááá em 2010, mas só agora publiquei-a. É uma publicação independente, sem apoio nenhum, além da torcida (apoio moral) das amigas e familiares! Hehehe!

Então...  MONSTRORANTE de Gisele Federizzi Barcellos, editora: Kids Indoors!
Ele é capa dura, todo colorido, mede 16 x 16 cm (friamente calculado pra caber nas mochilas e na bolsa da mamãe e poder ser levado pra lá e pra cá).
A história é sobre um restaurante para monstros.

Uma bela noite, entra o próprio Bicho-Papão

LOUCO pra comer alguma coisa diferente tipo...

 uma criança que não toma banho!
Mas de repente a criança corre pro banho...

Então, o garçom logo explica que não tem nenhuma disponível! 
O Sr. Papão logo quer comer outra coisa...

Uma criança que não escova os dentes, que não junta os brinquedos, que não dorme cedo...
Mas as crianças sempre correm para fazer as tarefas, antes do Papão poder devorá-las.

Então o que será que o Papão vai jantar? Não vou contar o final, senão perde a graça!

Segundo minha amiga Sil, da @casadeleitores:

"Tem uma importante reflexão: Que os pais exigem dos filhos e às vezes se esquecem da importância de suas ações na educação, principalmente no incentivo à leitura."

Minha dica: procurar as diferenças escondidas nas ilustrações do balcão. Há sempre coisas acontecendo, basta virar as páginas!

O texto da contra capa diz:

Antes de abrir o Menu, o o cliente monstro pergunta:
- Qual a especialidade da casa.

Prontamente o garçom monstro responde:
-Crianças arteiras! Esteja à vontade!


Além disso... Os primeiros leitores que comprarem o livro ganharão um livro para colorir e escrever!

Eu peguei os rascunhos iniciais e montei um livro onde a criança pode construir uma nova história, desenhar, pintar e completar as ilustrações.

Pedacinho de dentro do livro.

E semana passada fizemos o lançamento do livro na 32ª Feira do Livro de Brasília!

Gente! Foi sucesso total!

A contação da história lotou o espaço infantil. Tinha gente até no corredor!

A diversão ficou por conta da Silvana do IG @casadeleitores, Márcia do IG @boaleiturabomapetite e da minha filha Cecília do @kidsindoors.

A Sil foi o garçom: Zé Chulé! Cecília foi a criança, que corre pra fazer todas as tarefas e

A Márcia foi o Bicho-Papão!

As pessoas adoraram... e quem chegou atrasado e não viu o início da apresentação, pediu Bis.

Então, repetimos a contação na Estande da Horizonte do Saber.
Muito grata pelo apoio delas! Vocês nem imaginam como elas batalharam pro Monstrorante aparecer e ser um sucesso na Feira!

E vamos contar MAIS UMA VEZ!
Não percam!
Esperamos vocês lá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães! Ele fica em frene ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, no DF.

E para quem não é de Brasília, o livro já está venda AQUI.
Na sua opinião, quem é mais forte: o jabuti, a baleia ou a anta?
"O Jabuti, a Baleia e a Anta" de Stela Barbieri, ilustrações de Fernando Vilela, pela Editora Jujuba. 
Você pode se surpreender com o final desta história. Eu costumo trabalhar com este livro de forma diferente, primeiro apresento as ilustrações, explorando o imaginário infantil, deixando que eles narrem a história do jabuti. Só depois eu realmente leio o texto da autora. É incrível como todas as crianças amam este livro, não existe faixa etária limite.
Este livro é perfeito para constatar:
- o brilho nos olhos deles quando valorizamos a história que eles estão criando;
- as muitas e ricas possibilidades de mudança;
- o respeito e medo daquilo que parece ser inatingível;
- a coragem e a satisfação de apresentar novas possibilidades;
- o respeito pelo próximo e o cuidado que deve sempre existir;
- e também, constatar que força física não garante vitória.
Stela Barbieri é escritora, contadora de histórias, educadora e artista plástica, autora de livros infantis, com mais de 20 livros publicados. Stela é consultora nas áreas de educação e artes. Sua trajetória como arte educadora começou cedo, aos 17 anos. Na minha opiniao todos tem que ter na sua biblioteca pessoal livros da Stela. Permita que ela faça morada no coração alegre, criativo e inteligente do seu filho (a). Se você tem interesse de saber mais sobre ela, busque o site www.stelabarbieri.com.br
 
Stela Barbieri afirma que o livro "O jabuti, a baleia, e a anta" ser um texto com forte conexão com a oralidade, promovendo muitas possibilidades de leitura em voz alta. Eu concordo plenamente. Este livro é pra mim, minha joia, minha grande riqueza.
 
  
Acompanhado pelas ilustrações de Fernando Vilela, este livro tem muito encanto. Fernando é profissional premiadíssimo, com mais de 85 livros publicados no Brasil e em outros paises, e aqui, ele usou desenhos, gravuras e carimbos de borracha, produzidos por ele. Ele usa como fonte de inspiração desenhos e grafismos indígenas, aqui revelados no casco do jabuti, na pele da anta e também na pele da baleia. As crianças ficam vidradas.

Este foi o momento preferido escolhido pelas crianças para elaborarmos, desta vez, nosso lanche criativo, deste livro. Quando tudo começou... representamos aqui a superação, a criatividade, a possibilidade de fazer acontecer.
Quando o livro é perfeito, a oficina acontece na maior diversão! Desta vez com Jabuti de abobrinha, Baleia com berinjela e também, melancia e, casca de laranja.
 
Desejo a vocês todos, ótima inspiração, e claro, Boa Leitura.