103 CONTOS da Angela Carter

Em 2010 fui convidada pela Cathe (que divide o blog comigo) pra estudar a literatura infantil mais a fundo, a fazer oficinas de escrita e ilustração para o livro infantil também. 
Numa destas oficinas conheci esse livro:

103 CONTOS da Angela Carter, da Companhia das Letras, 2007.

 São conto de fadas do mundo inteiro e para adultos (ou teens mas peço que a mãe leia antes pra ver se considera adequado), pois eles não têm uma visão nada romântica dos contos e, pra falar bem a verdade, a visão é beeem dura e cruel. Muita violência (de todos os tipos e contra a mulher), malícia, incestos, trapaças, palavras nuas e cruas. Não há ilustrações.
 Não coloquei fotos dos textos mais polêmicos ou picantes, aqui. Como o blog é bem frequentado por crianças, muitas acessam o blog, não achei adequado mostrar.

 O livro é dividido em 13 partes:
1. Corajosas, ousadas e obstinadas;
2. Mulheres espertas, jovens astuciosas e estratagemas desesperados;
3. Tolos;
4. Boas moças e o que acontecem com elas;
5. Feiticeiras;
6. Famílias infelizes;
7. Fábulas Morais;
8. Mentes fortes e artimanhas;
9. Maquinações: Feitiçarias e trapaças;
10. Gente bonita;
11. Mães e filhas;
12. Mulheres Casadas e
13. Histórias úteis.

Notas-se que tem muitas histórias sobre mulheres ( bruxas e feiticeiras, princesas e até algumas fadas ali e aqui).

Há muitos contos curtos, outros nem tanto.

 Já na sinopse da editora encontramos a seguinte mensagem:
"Mas engana-se o leitor que pensa encontrar aqui contos de fadas infantis. Eles foram escritos em uma época em que esse tipo de narrativa não era destinado a crianças, e oferecem ainda um retrato do dia-a-dia no mundo pré-industrializado e um pouco das dinâmicas sociais e outros detalhes que com o tempo se perderam."

Um livro forte.
Um livro necessário.
Super recomendo. Mas lembrando: PARA ADULTOS.

Comentários

Veja também

Mostrar mais