Dicas para ententer crianças presas em casa

Livros Sobre Bullying {Post II}

Hoje o post sobre Bullying vai ser para YA e teens. Vários deles já viraram filmes e séries. Super recomendo.


MEU CORAÇÃO E OUTROS BURACOS NEGROS de Jasmine Warga, Editora Rocco.
 Dois adolescentes tristes resolvem procurar um site que une pessoas que querem se suicidar, mas não têm coragem de fazê-lo sozinho. Aysel tem uma lesma preta e triste (depressão) dentro dela que não a deixa esquecer uma coisa horrível que seu pai fez e a deixa paranóica achando que também pode ter muita maldade dentro dela. Roman é um teen que se sente responsável pela morde da irmã menor, ele deveria cuidar dela, mas resolve namorar e a guria acaba se afogando. Os dois resolvem ser parceiros de suicídio, mas a medida que Aysel começa a conhecer mais profundamente Roman, fica apaixonada e resolve salvá-lo, mostrando que os dois têm muita coisa pra viver ainda.

 Mostra como às vezes se abrir e deixar um outro entrar no seu mundo (mesmo triste, desesperado) pode transformar o jeito que você vê as coisas e até você mesma.

Bonito.


E agora terminei de ler esse livro. OS 13 PORQUÊS de Jay Asher, editora Ática.

Diferente da série, que vi primeiro, ele é mais rápido, com menos detalhes. É só o Clay ouvindo as fitas.
Há muitas informações diferentes também: Hannah se suicida de um jeito diferente, os pais têm outra profissão, alguns personagens são só conhecidos e não envolvidos afetivamente.

 O livro é mais "light", eu diria, apesar dos acontecimentos horríveis.

Na série tudo é explícito, escancarado. É no final do Livro o autor fala um pouco sobre o que o motivou a escrever, falando que algumas passagens são reais e há conselhos pra quem está pensando em se suicidar, com sites e fones.

 Um final que acho que faltou na série da #netflix, explico melhor, no final DE CADA EPISÓDIO: quem está passando por isso faz o quê? Não tem dica ou sugestão de ajuda. Só se a pessoa ver o episódio 14. Mas até lá são 13 horas sofrendo junto com a Hannah.

ELA DISSE, ELE DISSE de Thalita Rebouças, editora Rocco Jovens Leitores.

É o primeiro dia de aula e pra complicar as coisas, Rosa e Leo são novos na escola. Vão precisar fazer novos amigos, entender como funciona a turma, que já se conhecem há anos, e lidar com ciúmes, professores, matérias, jogos de futebol, recreios, lancheria, pais, tecnologias e a diretora da escola. 
O mais legal do livro é que vemos as coisas que acontecem com Rosa e Leo, sempre pelo olhar dois dois. Thalita mostra como Leo percebeu o evento e depois como Rosa viu a mesma coisa.

Acontece que após uma piadinha na sala de aula, Leo é ameaçado por um guri que se acha "O" bonzão, "O" maioral da turma. E ele, Leo, começa a sofrer bullying e o jeito que ele acha pra acabar com isso é partindo para a briga.
Como hoje tuuudo é filmado, a briga vai parar no youtube, além de um outro vídeo de um beijo e aí é que a coisa complica.

ÁS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL de Stephen Chbosky. Editora Rocco Joven Leitores.

Confesso que vi o filme antes de ler o livro.
O livro é em formas de cartas. Charlie, adolescente de 15 anos, tímido, inteligente, altruísta, doce, não vê maldade no mundo, observador e analítico escreve cartas para um amigo querido.
Nele ele relata suas observações do mundo e seu dia a dia.
Ele está numa fase triste da vida. Acaba de perder seu melhor amigo, que cometeu suicídio e também sua tia, que morre num acidente.

Assim, meio que deixando a vida acontecer, passa a viver um dia de cada vez, numa vida quase invisível.

Porém, conhece os irmãos Sam e Patrick adolescentes beeem diferentes de Charlie. Eles acreditam em aproveitar bem a vida e de repente Charlie passa a viver mais, de um jeito diferente do que estava acostumado. Ele tem que aprender a conviver com pessoas completamente diferentes dele e com isso acaba mudando, se transformando numa nova pessoa. Ele passa a beber, fumar, ir a festas, ter amigos, ser mais visível.

Outra grande mudança em sua vida é um professor, Bill, que começa a estimulá-lo a ler mais e ler outros autores, abrindo mais ainda a cabeça pensante de Charlie.
O livro é sensível.Fala de amor, descobrir-se, violência doméstica, homossexualismo, suicídio, gravidez na adolescência, drogas e bebidas, tudo de um jeito simples e mostra como cada personagem enfrenta a situação e seus próprios medos.
Já aviso que o fim é meio aberto. Não responde, não explica tudo. O leitor precisa preencher as lacunas. Assim, cada leitor tem as suas verdade, o seu fim. 

“A gente aceita o amor que acha que merece” uma das frases marcantes do livro.

MENINOS DA RUA PAULO de Ferenc Molnár (jornalista e escritor húngaro). Editora Companhia das Letras.
Um clássico da literatura mundial publicada pela primeira vez em 1907.

O livro conta a história de um bando de meninos que brincam num "forte" (pedaço de terra cercado que chamam de "grund" na rua Paulo (formam um clube e o protegem). Eles têm como rivais, um grupo de meninos que brincam em outra quadra e que agem sem ética (roubando  e maltratando os menores, fazendo bullying, etc.. ). Os guris da rua Paulo tem um código de ética e um comandante chamado Boka. Ele é um guri (eleito comandante democraticamente pelo grupo) mais velho que pensa em tudo, dá conselhos, ralha com quem não age dentro da moral e da ética. Ele funciona como um irmão mais velho da turma. 

O livro é uma delícia de ler. E embora tenha sido escrito na Hungria, podia ter sido escrito sobre qualquer grupo de guris do mundo. Um pedacinho da Sinopse original: "O espírito de aventura, amizade e heroísmo presente nesta obra é capaz de transpor qualquer barreira de tempo, espaço ou idade."
Eles sofrem dos mesmo problemas que os guris de hoje em dia: amigos que falam mal um dos outros, amigos que traem amigos, suborno (em troca de lanches ou outras coisinhas), dedo-duros, muito novos para serem adultos, muito velhos para serem criancinhas, problemas com professores, problema com os pais, falta de dinheiro, traquinagens, zoeiras e muitas outras coisas. 

E claro que fala de Bullying e de como isso afeta os guris.
O livro é muito rico e, antigamente, era leitura obrigatória nos colégios.

Escultura dos Meninos da Rua Paulo em Budapeste, de Szanyi Péter (da cena do livro acima). Imagem retirada da WIKIPEDIA.

 Já falamos dele AQUI.
POPULAR - DICAS VINTAGE PARA SER UMA GAROTA DESCOLADA de Maya Van Wagenen. Editora: Globo Livros.
Amamos e é o presente que dou para as amigas que têm filhas teens.

 O livro é muiiito bom. Escrito e vivido por uma menina de 13 anos e logo virará filme. Super recomendo.
QUANDO TUDO FAZ SENTIDO de Amy Zhang, da editora Rocco Jovens Leitores.

É um livro sobre o outro lado, o de quem pratica o bullying (nos outros) e os porquês (não que isso justifique os atos - vamos deixar isso bem claro aqui. ;) ).

Uma das surpresas da leitura foi o narrador. A princípio não sabemos quem narra e tentamos adivinhar (Será a Liz? O Liam? Quem?). Ele é muito especial, e você precisa ler até o final para descobrir que (SPOILER!) é o amigo imaginário da infância de Liz, que narra os acontecimentos e porquês dela jogar seu carro contra uma árvore.

Liz não quer que ninguém pense que é culpado da morte dela. Então, ela joga o carro de um penhasco, para parecer um acidente, porém o que não esperava era ser acudida. Ela vai parar num Hospital e daí começamos a conhecer a verdadeira Liz Emerson, descobrimos seus segredos, medos e como ela se tornou amarga, sozinha e do mal. Como ela só tem 16 anos, pensa que a única saída é acabar com a própria vida.

Ela não sofre bulliyng, mas de certo modo, a sociedade impõe que ela seja má (vamos descobrindo ao longo do livro como e o porquê). Quando Liz se dá conta do que se tornou: uma pessoas horrível, acha que não tem mais jeito e resolve fazer o que fez. Será que ela vai conseguir sobreviver? Se perdoar? Perdoar os outros? Viver consigo mesma?

ESTRAORDINÁRIO de R.J Palacio. Editora Intrínseca.
Comprei esse livro, quando foi lançado em 2013. Estava muito curiosa para lê-lo, já que havia trabalhado 3 anos e meio numa escola para kids especiais (veja AQUI.). Eu via a forma como muitas pessoas olhava torto e tratavam as crianças e era muito triste ver e não poder fazer nada. 

Auggie é um menino que nasceu com uma anomalia no rosto. Precisou passar por diversas cirurgias. Sempre ficou em casa, homeschooled, mas agora que está maior, com 10 anos, e seus pais acham que ele precisa ir pra escola.

"E é assim que as coisas sempre foram para mim, nesse nosso pequeno universo. Mas este ano parece que houve uma mudança no cosmo. A galáxia está mudando."

E se uma criança dita "normal" já enfrenta uma barra indo pra escola, imagina uma criança que é diferente (externamente) das demais? 
Ele sofre muito Bullying dos colegas e, inclusive, desprezo de alguns pais também (muito triste).

O livro é todo em primeira pessoa. Nós vemos as diferentes perspectivas de Auggie, do seu pai, da sua mãe, da sua irmã e de seus amigos. Todos contam como é conviver com Auggie: quem é Auggie, como é sua rotina/vida e como ele consegue cativar as pessoas, depois do susto inicial de vê-lo pela primeira vez.

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."

É um livro que fala muito em ser gentil. Em como a gentileza pode mudar você e os outros.

"Acho que devia haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida."

Um livro que virará filme em novembro de 2017.


  SETE MINUTOS DEPOIS DA MEIA-NOITE de Patrick Ness (adoro esse autor), da editora Novo Conceito.
Também fala sobre Bullying, sobre colegas que aproveitam a fragilidade de outros colegas para serem maus e tripudiar.
Falamos dele AQUI.
 Pedacinho do livro. Amei. Vi o filme depois e chorei. Lindo.

  DE REPENTE, NAS PROFUNDEZAS DO BOSQUE de Amós Oz da Cia das Letras.

Uma fábula sobre uma aldeia em que não existe animal de nenhum tipo... Nem inseto, nem mamíferos, nem aves, nem peixes, nem animais selvagens... Nenhum! Todos eles desapareceram há muitos anos, levados por Nehi, o demônio que todas as noites desce para assombrar os habitantes e mora dentro de uma montanha do bosque proibido. 

Fala de bullying, preconceito contra aqueles que fogem do padrão estabelecidos pela sociedade e contra os que tem imaginação e do medo de ser considerado diferente. Na história há uma professora que ainda acredita no encantamento, na volta do sonho e dos animais e também há duas crianças curiosas que também não desistem de encontrar a verdade e os animais sumidos. 

Uma fábula para todas as idades. Um tema super atual.


Para ver outros livros sobre BULLYING, clique AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)