Dicas para ententer crianças presas em casa

Minha professora é um monstro!

Minha professora é um Monstro! 
Não sou, não.


De Peter Brown, editora Intrínseca.
A gente adora o Peter Brown. Sabe aqueles autores que tu tem vontade de convidar pra tomar um café e ver suas ilustrações de perto? É ele. O Peter, além de ilustrar maravilhosamente, sabe tudo do universo infantil. Neste livro ele nos mostra a visão que a criança tem da professora, um monstro.


É que a professora o assusta com seus gritos. Não é pra menos, o menino está sempre atirando aviõezinhos que atrapalham a aula. Pausa para defender a professora, quem já esteve à frente de uma turma de quarto ano sabe que a voz de trovão é acessório indispensável em momentos críticos. A questão é que o menino só vê esse lado da professora.


Até que num sábado se encontram casualmente no parque, no lugar preferido do menino. Após os cumprimentos um silêncio constrangedor se instaura entre os dois.


E um vento de levar chapéu interrompeu o silêncio. O menino salvou o chapéu e a relação entre os dois saiu da mera cordialidade. Descobrem que tem uma coisa em comum, ambos gostam de conversar com os patos do lago. Roberto decide mostrar o seu lugar preferido no parque e a professora tem uma ideia maravilhosa (que eu não vou contar).


Aos poucos uma transformação vai acontecendo aos olhos do menino, a professora está menos verde, menos monstruosa. Mas em sala de aula, segue sendo a professora, claro!

Um livro lindo sobre o papel social que cada um desempenha e como isso afeta a espontaneidade das relações. Sobre olhar o outro além desse papel e ter mais empatia com suas necessidades e limitações.
Livro que não pode faltar em nenhuma biblioteca escolar, seja para mostrar aos alunos o quanto é importante respeitar o trabalho dos professores ou para que, através do humor, estes percebam que podem estar se desgastando e desgastando a relação com os alunos por sucumbir ao cansaço e gritos.
Serve para pais e cuidadores revermos nosso comportamento também.

Capa dura, folha fosca e grossa, edição maravilhosa. Só podemos pedir a Intrínseca que publique mais livros do autor, por favor!!!!!! A infância (dos pequenos e grandes) agradece.

0 comentários:

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)