Jogador Nº1 - Eu Indico

Oi, aqui é o Cássio.
Hoje eu vou falar sobre o filme que fomos assistir a convite da Warner Bros. Pictures Brasil e da Espaço Z: Jogador Nº1.
O filme estreia nos cinemas dia 29 de março de 2018.

O filme fala de um futuro distópico onde 2 companhias basicamente comandam o mundo, uma que criou o MMORPG (Massive Multiplayer Online Role Playing Game) OASIS, e a outra que cria acessórios para ele e investe pesado em melhoras para o jogo. A humanidade prefere sempre jogar OASIS a viver no mundo real, já que lá você pode ser o que quiser, fazer o que quiser, e muitas outras coisas, muitas que só aparecem no livro, outras que aparecem no filme. O criador do OASIS, James Halliday, morre, deixando enorme fortuna, e esconde um Easter Egg no jogo, que vale todo seu dinheiro (500 bilhões de dólares) e controle total do jogo. Depois de muitos anos, ninguém conseguiu encontrar nem a primeira parte da caçada aos ovos, que tem seus segredos baseados na cultura pop dos anos 70 e 80, na qual James Halliday era fascinado. O filme mostra como Wade Watts - o protagonista, que mora em uma favela de Columbus, EUA - e seus amigos procuram o segredo que vale uma grande quantidade de dinheiro, enquanto isso a segunda maior empresa contrata milhares de pessoas para poder achar o Easter Egg por ela, ganhando total controle sobre o MMORPG e se tornando a maior empresa do mundo.
O filme é basicamente isso, o resto você deve descobrir por si só. A história tem muitos personagens interessantes, diversas referências à cultura pop (mesmo que em 2045 as pessoas estejam usando avatares de personagens de filmes, jogos, etc. de 2016, não possíveis futuros ou de 2018, mas tudo isso se deve ao fato do filme começar a ser produzido em 2015/2016) e boas cenas de ação.
Mas existem algumas coisas que eu gostaria de falar antes de você ver o filme:

Primeiro que é muito diferente do livro, tanto que as etapas para poder conseguir as dicas do local do easter egg são diferentes, no filme é uma corrida e uma recriação de "O Iluminado", enquanto na versão de celulose é uma caverna com um labirinto que tem uma máquina de arcade em um planeta que serve como escola para as pessoas que jogam OASIS e em um arcade com Pac-Man. Claro que as mudanças tinham que ser feitas, já que um cara jogando diversos jogos de arcade não seria o melhor "plot" para um filme.

Outra coisa é que o filme te dá pouco contexto antes de mostrar as cenas de ação, apenas falando sobre como o mundo está horrível e o OASIS é a única forma de salvação.

Por último, caso você estiver esperando uma experiência live-action, você provavelmente não terá uma. Aproximadamente 70% do filme é em puro CGI, basicamente uma animação, o resto tem atores reais, mas essas partes não são tão boas, tanto que só importam do meio para o final do filme.

Mas é apenas isso que eu queria mostrar, já que o resto do filme é bom, eu considero um ótimo filme, como vários de Steven Spielberg. Eu estava ansioso pro filme desde que anunciaram, já que gostei muito do livro. Não fui decepcionado com minha ida ao cinema.

Recomendo a todos que gostarem de jogos, cultura pop, cultura dos anos 80 e boas histórias de aventura, além de muuuuuuuuuuuuuitas referências.

Veja o trailer do filme aqui

Para ver minha resenha do livro, aqui.

Confira abaixo a relação completa de músicas no Spotiy, que compõem a trilha sonora do longa e os links para ouvir as canções.

The Oasis

“Hello, I’m James Halliday”

“Why Can't We Go Backwards?”

An Orb Meeting

Real World Consequences

Sorrento Makes An Offer

Welcome To The Rebellion

High 5 Assembles

Orb of Osuvox

Sorrento Punked

Wade's Broadcast

Arty On The “Inside”

Looking For A Truck

She Never Left

Last Chance

“Get Me Out Of This”

“Hold On To Something”

“This Is Wrong”

“What Are You?”

“There’s Something I Need To Do”

Ready Player One - Main Title

Ready Player One - End Credits

Link para trilha:
https://open.spotify.com/user/watertower_music/playlist/03cuQXE4sA9qJPsC774q2f

Comentários

Veja também

Mostrar mais