Outubro Rosa {2017}

Oiii.
Eu sou a Gisele do Kids Indoors e neste outubro rosa de 2017 quero compartilhar com as mamães, madrinhas, avós, tias, irmãs, amigas do peito de plantão a minha feliz experiência de detectar um câncer de mama em seu estágio inicial.
Digo feliz experiência porque é motivo de alegria perceber em tempo e ainda ter saúde para combater uma das doenças que mais mata mulheres ao redor do mundo.

Há aproximadamente 90 dias fui diagnosticada com um tipo de câncer chamado HERS 2 POSTIVO que decorre de uma reação ao Estrógeno (presente nos anticoncepcionais e base de alguns tratamentos de reposição hormonal, o que foi o meu caso...).
E afortunadamente iniciei a quimioterapia antes do câncer comprometer mais severamente a minha saúde, e recebi a ótima notícia de que estou me curando, graças a Deus e graças a medicina.

Tá... Mas por que estou falando isso?

Honestamente eu não quero aparecer e nem acho fofo perder os cabelos, mesmo que meu marido diga que eu tenha ficado gatinha. 
Arfff... Eu faço de conta que acredito... 

Eu tô aqui pra dizer pra senhoras fazerem, sim, o autoexame, mas não deixar de monitorar a saúde dos seios, do útero, da tireoide, da alma, seja por mamografias, ecografias, ressonâncias, o que for... O exame que estiver ao alcance.
Meu câncer, por exemplo, não apareceu nas ecografias, nem no autoexame, apenas numa mamografia e depois na ressonância... Ou seja, com investigação.

Tenho certeza que muitas das senhoras, pelo corre corre e as agendas apertadas do dia a dia não lembram de si mesmas.
E eu me incluo nessa lista. Eu só fiz meus exames quando meus filhos viajaram para visitar os avós, no início do ano. E só fui buscar os resultados em Maio, 4-5 meses depois e daí o susto.

E outra coisa também. Meu câncer foi "estimulado" pela reposição hormonal, não houve investigação antes, para saber se meu corpo poderia usar esses hormônios. Deixo aqui o alerta de questionar muito o médico e investigar, fazer exames pra ver se teu corpo pode receber esse tipo de medicação. 

Então, mais do que fitinhas rosas (que tem um nobre propósito), hastags e correntes no Facebook e Whatsapps da vida, organizem-se, marquem com seus médicos e cuidem-se. 
A gente merece esta atenção!

Combinado?
Combinado mesmo?
Então tá combinado.

Ah! Estou bem.Tem dias que são mais difíceis, outros mais fáceis. Ser mãe e não estar 100% muitas vezes é complicado... Mas a doença está regredindo, daqui há alguns dias faço cirurgia e segue o baile.
Abraços, gurias!
E muita Saúde!

Comentários

Veja também

Mostrar mais