QUANDO VOCÊ ESTAVA NA MINHA BARRIGA

 Quem acompanha o blog a mais tempo já leu/ouviu eu falar que, ao ficar grávida, mudei completamente minha relação com as coisas.
Pensei: Se preciso cuidar minha alimentação pra formar adequadamente o bebê que cresce dentro de mim, também preciso cuidar o que entra, pela pele, pelos olhos, pelos ouvidos, etc...

Comecei a selecionar as música que ouvia, e só escutava as mais bonitas e significativas. Parei de ver TV, só via coisas bonitas e educativas. comecei a cuidar com quem andava e não falar coisas que podiam suscitar sentimentos ruins.
Pra só colocar pra dentro coisas belas e boas.

Chegou essa semana o livro QUANDO VOCÊ ESTAVA NA MINHA BARRIGA de Thrity Umrigar e ilustrações de Ziyue Chen. Da Editora Globinho.

 No livro, que é uma homenagem pra sua filha, a autora conta pra bebê o motivo dela ser tão doce, alegre, amiga, carinhosa, especial, tão querida e musical. 

Um livro doceeeeeee! Daqueles pra ler com os filhos no colo, abracadinhos, dando beijinhos depois (antes e no meio também) de cada frase. 

A criança percebe que ela não só foi muito desejada, desde o início, mas cuidada e amada por todos desde sempre.

Um livro sobre ação e reação, gentileza e amor.

 As ilustrações são cheias de ternura e sentimentos lindos.

Um livro que celebra o amor entre mãe e filhos.
Super recomendamos!

Comentários

Veja também

Mostrar mais