Dicas para ententer crianças presas em casa

Livros sobre "Minha mãe vai me dar um irmãozinho" (parte 2).


A chegada do irmão é sempre um motivo de preocupação para os pais. Como será que o filho mais velho vai receber a notícia? Aproveitemos a literatura para que eles vivenciem junto com os personagens as angústias e inseguranças que acompanham a vinda do melhor amigo de toda a vida.


A irmãzinha de Lisa

De Anne Gutman e Georg Hallensleben, editora Cosac Naify.
A coleção As Catástrofes de Gaspar e Lisa ajuda os menores a lidar com os problemas cotidianos. Indicado para crianças a partir de 2 anos, tem textos curtos e bem-humorados. Neste livro Lisa observa as dificuldades que o barrigão causa a sua mãe. Andar de gangorra, carregar sua mochila, nada disso ela consegue fazer.



Lisa está decidida a não falar com o bebê, ela e o irmão prometem ignorá-lo. Quando a mãe chega em casa ela faz tudo para incomodar, até tocar flauta ao lado do quarto do bebê.



 Assim que todos vão embora, ela entra para olhar o bebê de perto e como não poderia deixar de ser, se encanta com a irmãzinha.



As ilustrações de Georg Hallensleben são maravilhosas, pinceladas grossas introduzem as crianças no mundo da pintura. Combinações orgânicas de cores em linhas e massas dão vontade de pegar nos pincéis até em nós, adultos.
O texto de Anne é simples e por isso mesmo representa tão bem o mundo infantil.

Como ele foi parar aí dentro?

De Ilan Brenman, ilustrações de Vanessa Prezoto, ed. Aletria.
Junto com a chegada dos irmãos vem as perguntas: "De onde vem os bebês?",  O que tem na sua barriga?" e a que dá nome ao livro.
Em "Como ele foi parar aí dentro?" A pequena Rafaela fica espantada com o tamanho da barriga da vaca Geraldina. Quando pergunta o porquê, os pais, pegos de surpresa, dão uma resposta estapafúrdia para a menina.



Depois Rafaela vê uma girafa no zoológico prestes a ter o filhote. Quando questionou os pais, outra resposta inventada. Não demorou muito para Rafaela encontrar uma moça grávida e querer saber "Como ele foi parar aí dentro?" De forma simples e bem humorada o livro conduz a criança (e os pais) à resposta para a pergunta.




La Mascota de Merlín

De Eugenia Alázar, editora Ediciones B da Espanha.
Ganhamos este livro da Gisele, pelo bebê chamar-se Lucas. É um livro importado, em espanhol. (Tem na Amazon)
Para Merlín as segundas-feiras nunca eram muito boas, dia de correria, papai e mamãe não tinham tempo pra carinho. Só que aquela segunda era diferente, eles o tinham deixado sozinho nos últimos dias. Quando mamãe chegou em casa disse: temos um presente para você, mas nem o deixaram chegar perto.



Todas as atenções eram para o boneco que a mamãe trouxe, até nome deram a ele; Lucas.
Merlín se sente abandonado pelos pais, late pedindo a mãe de volta, mas só consegue ser repreendido.



Assim que Lucas cresce um pouco e Merlín consegue aproximar-se transforma-se em seu mascote. Merlín não consegue mais ficar longe dele.




Eu não gosto de você

De Raquel Matsushita, editora Jujuba. Recebemos da Distribuidora Casa de Livros.
Um livro muito sensível, onde o ponto de vista da criança que espera a chegada do irmão é mostrado. Ciúme, amor, amizade, raiva, medo. Uma ótima maneira de ajudar a elaborar o que se passa no coração dos menorzinhos.

Os sentimentos confusos em relação ao novo ser são acolhidos pela mãe, que de forma lúdica a ajuda a lidar com eles. Quando a criança conta que sente vontade de bater no irmão, ao invés de reprimir, é orientada a direcionar esse ímpeto para um objeto inanimado (uma almofada).


Raquel Matsushita, que também é designer gráfica, usa a linha e as cores para representar os sentimentos. A fonte (letra) do miolo foi feita com a mão direita da autora que é canhota.  


Quero nascer de novo

De Ilan Brenman, ilustrações Catalina Echeverri, editora Saber e Ler.
Recebemos da Distribuidora Casa de Livros este exemplar super divertido (sendo do Ilan só podemos esperar maravilhas) que mostra o ponto de vista de uma criança de 3 anos à espera do irmão. 


São muitas dúvidas que rondam a menina "Como ele consegue ficar aí dentro?" "Será que não se sente apertado?" "Por que seu peito está tão grande?" Ilan responde com clareza e bom humor a todas as perguntas. Para piorar as pessoas só falam do irmãozinho. 


Um dia ela não aguenta e explode!!!! Mas a mãe e o pai logo mostram fotos e contam como foi que ela nasceu.


Se eu fosse escolher um único livro para tratar do assunto, com certeza seria este.

Uma história barriguda



De Beatriz Escorcio Chacon, ilustrações Vanessa Prezoto, editora Rovelle.
Recebemos da Distribuidora Casa de Livros.
História poética que narra a relação de um garoto com uma menininha. Suas brincadeiras ao ar livre e a chegada dela ao mundo. No decorrer do livro descobrimos que a menina não é bem uma menina, mas é assim que ele a vê.


Não posso deixar de citar as ilustrações de Vanessa, que são primorosas. Ela trabalha com vários materiais sobrepostos que dão riqueza às imagens sem sobrecarregá-las. Lindo, maravilhoso, nota 10 com estrelinha!


O Invasor



de Weberson Santiago, editora SM.



É uma história muito fofa sobre a chegada de um novo membro da família e como tudo muda mesmo. Como se ele aparecesse do nada! As pessoas focam no novo bebê, muitas vezes esquecendo-se que tem outras crianças e animais de estimação que também precisam de tanto ou MAIS carinho, que o recém chegado. É uma situação que exige muito cuidado e amor, muita conversa e paciência, além de muito colo e carinho. 


 O texto é em caixa alta, ideal pra quem está aprendendo a ler e reconhecer as letras. As ilustrações todas em azul e as perspectivas das cenas contribuem para o suspense e a atmosfera "espacial" como se o invasor viesse mesmo de outro mundo.
Veja o post completo aqui 
Não esqueça de olhar o primeiro post sobre a chegada dos irmãozinhos aqui



0 comentários:

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)