Dicas para ententer crianças presas em casa

O que seu filho vai encontrar na escola esse ano {parte III}

Mais uma vez...Vamos reunir livros sobre coisas, atitudes, pessoas e sentimentos que, provavelmente, seu filho vai encontrar na escola esse ano...
Livros que podem ajudá-lo em caso de necessidade. Eu sei, pois ajudaram a gente aqui.
Esse é o post número 3.
O post número 2 está AQUI.
O post número 1 está AQUI.
Ao longo desse mês vamos escrever muitos outros. Se seu filho começa na escola agora pela primeira vez), nem que seja numa escola nova, tem um post com livros sobre o assunto, AQUI.

Certamente vai ...

APRENDER PALAVRAS E SENTIMENTOS NOVOS COMO: SAUDADES.

 Para muitas famílias essa é a primeira separação da família vida da criança. Até então esteve grudada na barra da saia da mãe. E haja choradeira... mais da parte da mãe! Não importa se o filho largou a mão dos pais e foi tranquilamente, ou se ficou na sala de aula chorando. Os pais sempre vão chorar um pouco nos primeiros dias de aula. E como falar de saudade?

SAUDADE - Um conto para sete dias de Claudio Hochman e ilustrações de João Vaz de Carvalho. Companhia das Letrinhas.
Sinopse:
"Algumas palavras são difíceis de definir - principalmente aquelas que são fáceis de sentir. Como explicar, por exemplo, a saudade, palavra que nem mesmo existe em muitas línguas?"

Ela é uma palavra genuinamente brasileira. Um homem pergunta ao rei o que quer dizer SAUDADE, mas o rei não sabe. E essa dúvida tirou o sono do monarca. Então, após reunir os assessores, resolveu partir para ver se descobria o que essa palavra significava.
 Os capítulos são divididos de acordo com os dias da semana, assim as crianças também vão descobrir novas palavras em outros idiomas e a relação entre as palavras que nomeiam os dias e os astros.Como por exemplo, que segunda-feira, em espanhol, se diz Lunes, como uma homenagem a Lua e assim por diante.
Muito bonito e filosófico. Recomendo. 

VAI DESCOBRIR QUE AS AMIZADES PODEM MUDAR AS PESSOAS:

Quantas vezes um gesto de bondade pode desencadear um novo aprendizado? Quantas vezes as crianças voltam da escola falando expressões, ou com atitudes (nem sempre positivas) que "pegaram" dos colegas?

PEQUENO AZUL, PEQUENO AMARELO de Leo Lionni. Editora: Berlendis & Vertecchia.
Sinopse:
Olha como o livro foi criado: Leo Lionni - um dos mais influentes artistas gráficos do séc. XX -, para distrair seus dois netos que o acompanhavam numa longa viagem de trem, recortou pedaços coloridos do papel de anúncios de uma revista e com eles criou esta belíssima história. 
"Pequeno Azul é o melhor amigo de Pequeno Amarelo. Um dia, Mamãe Azul tem de sair: então Pequeno Azul procura longamente seu amigo e, quando finalmente se encontram, abraçam-se tão forte que se misturam e ficam verdes! Depois de muito brincar, voltam para casa, mas não são reconhecidos por seus pais. E agora? Muito além de brincar com as misturas cromáticas e o surgimento das cores secundárias a partir das primárias, o livro traz uma lição de tolerância, descoberta e respeito ao próximo." 

 APRENDER QUE A UNIÃO FAZ A DIFERENÇA:
Muitas vezes as crianças fazem brincadeiras onde o desfecho acaba machucando alguém, mesmo sem querer. Mas outras vezes as crianças se unem, principalmente quando acham que existe uma injustiça e algo deve ser melhorado.
Essa é a história de RICARDINHO EM QUANDO CONHECI PEDRINHO de Fernanda de Oliveira, música de Giordano Pagotti e ilustrações de Jótah.
Sinopse:
Um dia Ricardinho e seus amigos fazem uma bagunça na Piscina e acabam molhando muito mais que a área permitida. Uma professora passando pro lá escorrega e acaba se machucando muito feio. Como "Reparação Comunitária", eles precisam acompanhar o novo aluno e mostrar toda a escola para ele. E é quando acabam conhecendo um Pedrinho, um cadeirante, que logo entra pra turma. Acontece que tem um porém: Pedrinho não consegue participar de tudo, pois a escola não é adaptada (possui muiitas escadas e nada de rampas)! Então a turma parte para a ação, para mudar a escola em prol do amigo. Uma história bonita de como a União faz a força e a diferença na vida das pessoas.
O livro faz parte da coleção MUDA DO AFETO.

VAI CONHECER PESSOAS DIFERENTES:

Diferentes como? Ora diferentes! Ninguém é igual a ninguém! Mesmo os filhos da minha amiga que tem trigêmeos, são diferentes: um sorri mais, outro é mais tímido, uma é um pouquinho maior... olhando bem, ninguém é igual!

QUER CONHECER AS DIFERENÇAS? de João Rodrigues e ilustrações de Meri. Editora: Franco.
Sinopse:
Todo rimado é um livro GRANDE para crianças pequenas, para mostrar que todos somos diferentes: um usa óculos, outro usa aparelho, outro tem olho puxado, outras tem cabelo lisão: ninguém é igual e nem por isso é melhor ou pior que o outro. E viva as diferenças! Se todo mundo fosse igual, não seria muito chato? Claro que sim!

VAI TER QUE APRENDER A ESPERAR...

Entrar na escola, principalmente se a criança é filha única, é aprender a esperar a vez! Normalmente são 20-30 alunos, todo mundo quer ser o primeiro a fazer tudo... mas vai ter que esperar e lembrar que o colega também quer tanto quanto você!

É A MINHA VEZ! de David Bedford e ilustrações de Elaine Field. Editora: Ciranda Cultural.
Sinopse: 
O gato encontra o cachorro pra brincar, mas corre na frente e sai brincando, dizendo pro cachorro esperar, que depoooooois vai ser a vez dele. O cachorro fica o tempo inteiro perguntando: "Já é a minha vez?". Quando chega a vez dele, ele não quer deixar o gato brincar... E é a vez do gato ficar perguntando: "Já é a minha vez?". Até que chega o momento que os dois se dão conta que brincar junto é muiiiito melhor. Ótimo para crianças que estão entrando na escola agora.
Um livro sobre empatia, amizade, e união.
Esse livro trocamos com a Thábata do IG:  @meumundodemae.

VAI ENCONTRAR PESSOAS/AMIGOS MENORES QUE VOCÊ:

Eu quase sempre fui a menor da turma, a pesar de ser uma das mais velhas! E a gente sabe que sempre tem alguém que acha que é melhor que o outro só por que é maior em tamanho!

CHIN CHAN CHUN de
Milton Célio de Oliveira Filho e ilustrações da querida e talentosa Elma. Editora: Brinque-book.
Sinopse:
"Tudo lá era pequeno! Tudo lá era minúsculo! Num lugar não sei onde, existia uma ilha do tamanho de uma ervilha. Lá vivia uma gente miúda! No reino de Chan um raio de sol bronzeava um milhão de banhistas, um simples pé de vento virava um vendaval, um só guarda-chuva cobria tudo e um grão de arroz dava para o ano todo. Descubra em Chin, Chan, Chun que os grandes valores estão nas pequenas coisas!" Muito fofo, um livro que podemos trabalhar respeito aos menores, o que realmente é importante na vida, sobre humildade, solidariedade e sociedade. 
Recomendo.

VAI TER GENTE QUE ESPERA QUE A GENTE SEJA DE UM JEITO QUE NEM SEMPRE PODEMOS SER:

Na escola esperam que toooda turma faça tudo muito parecido, pra não dizer igual: todo mundo aprenda junto, leia junto, escreva junto, responda mais ou menos as mesmas coisas nas provas e exercícios... Porém, nem todo mundo segue o mesmo ritmo. Pra falar a verdade, como já dissemos lááá em cima, ninguém é igual a ninguém e isso muitas vezes não é visto com bons olhos.

ANITA, A ABELHA de Katia Canton e ilustrações de Bruna Assis Brasil. Editora: Carochinha.
Sinopse:
Anita era uma abelha numa grande colmeia e por mais que ela fizesse tuuudo como as outras abelhas, ela não conseguia produzir mel, mesmo dando o seu melhor. Ela se esforçava, se esforçava e se esforçava e nada. Um dia porém, ao voltar para a colmeia percebeu que começou a produzir um líquido parecido com mel, mas que não era mel: era um caramelo achocolatada! Ah! Mas como ela era diferente trataram logo de expulsá-la! Só uma abelha mais velha ficou do lado dela e tiveram uma ideia genial! Que claro, não vou contar! Vão ter que ler o livro para saber! 
Mas vou contar um segredinho: tem uma receita deliciosa no final!

VAI ENCONTRAR GENTE DE MAU HUMOR!

Muitas vezes deixo a Ceci radiante na escola e quando vou pegá-la está com os ombros caídos, super chateada! Eu sempre aviso: "Esquece o passado! Foca nas cosias boas!" E antes de passar o mau humor e me conta como a fulana ou o fulano foram grossos, ou estúpidos. Daí eu lembro da Olívia:

OLÍVIA E O MAU HUMOR de Tor Freeman, da Brinque-Book.
Sinopse:
Olívia de repente tropeça e o dia que estava ótimo, virou PÉSSIMO e se ela está chateada com o mundo, a felicidade do outro a incomoda! Assim vai arrastando e contagiando, com seu mau humor, todo mundo que cruza seu caminho. Quando o mau humor dela passa, ela encontra uma turma prá lá de desanimada e nem se dá conta que ela foi quem provocou todas aquelas carrancas!
Um livro sobre mau humor, claro, mas também sobre como nossas atitudes e palavras podem influenciar a vida de todo mundo. Parar para pensar como devemos tratar os outros e como gostamos de ser tratados. Recomendo. Muito bom!

Well, mais uma lista de livros que chega ao fim... ao fim não, logo postaremos mais livros sobre o assunto escola e sociedade.
Espero que tenha gostado. 
Boa leitura!