Tomorrowland, cinema eu indico!

Hoje de manhã fomos na cabine de imprensa do filme TOMORROWLAND!
A-DO-REI. Adoramos. Cássio logo, logo vai fazer a resenha no blog dele também!
É muito difícil falar de um filme, ainda mais quando a filosofia dele tem tudo a ver com o que você decidiu fazer, no instante que sentiu que ia ser mãe, sem ter spoilers!
Deixa eu explicar...

Existem dois lobos brigando: Um escuridão e medo, o outro, luz e esperança. Quem vence?
Resposta:























O que você alimentar!...

Na sua vida, qual você alimenta mais?
 
Assim que eu soube que estava grávida, eu decidi, se eu era o que eu comia... eu também era o que eu ouvia e o que eu via! Por isso, no instante que descobri que estava grávida, parei de ver TV. Comecei a ver só filmes e documentários positivos, com mensagens e informações legais, coisas que pudessem contribuir positivamente na construção da criança que crescia dentro de mim. 
Parei de comer besteiras e ouvia só música boa e de conteúdo. Muita música infantil de qualidade também.  Quando o Cássio nasceu, continuei esse caminho (falei um pouco sobre isso AQUI). E a Cecília já foi gerada num ambiente de estímulos positivos. Eu tenho certeza que isso contribuiu e ainda contribui para a formação dos meus kids.   
O que isso a ver com Tomorrowland?
Bem... vamos ao filme:

 Casey é uma otimista e sempre acha que tudo vai dar certo. Um dia, ao ser presa, acha
 um pin entre seus pertences. Ao tocá-lo ela é transportada para um mundo onde tudo é lindo e incrível, onde todo sonho, toda ideia é possível. Onde a imaginação é mais importante que o conhecimento.

Porém, esse lugar não existe mais, pelo menos não daquele jeito. Para responder as inúmeras perguntas que povoam sua cabeça, Casey, sai em busca de respostas e encontra 
Frank Walker, um gênio (na infância), que agora é só mais um cara cheio de ressentimentos que deixou de acreditar no impossível.   
O mundo acaba em 58 dias, mas...
Juntos, vão tentar mudar o mundo. Se isso for possível ainda.

 Voltando pra nossa realidade:
E como isso é difícil!
As pessoas preferem ficar olhando sempre para o lado negativo, você já viu isso?
Veja a proliferação de canais que passam o dia mostrando traições, brigas, mentiras, desastres, cenas de violência como se isso fosse o normal! 

GENTE, NÃO É NORMAL! 

Temos que mudar o foco dos nossos olhos e concentrar no que podemos fazer para mudar o mundo :

Não focar nos problemas, os problemas já estão aí! Eles se criam sozinhos.
Temos que pensar em como podemos melhorar o ambiente em casa, primeiros, depois no nosso prédio, no nosso bairro, na nossa cidade, no nosso estado, no nosso país e depois no mundo.
Mas temos que começar. 
Sabe aquela brincadeira MAMÃE POSSO IR?
1 passo de formiga por vez! 
Mas se todos sintonizarmos em coisas boas, o mundo há de mudar. 

Essa é a mensagem do filme. Você sai do cinema com vontade de fazer alguma coisa boa, alguma coisa concreta para melhorar o mundo. E isso é essencial... incutir nas crianças (público alvo) que tudo que sonhamos é possível, que não devemos desistir, que precisamos persistir, mesmo depois de vários fracassos. Que tudo é possível, que o futuro é dos sonhadores e das pessoas que usam a imaginação. De que somos capazes de mudar o mundo para melhor.

E eu realmente acredito nisso. Todo mundo que me conhece que eu sempre falei que ia fazer filhos melhores para o mundo, não tentar mudar o mundo para meus filhos. Acho que, na verdade,  precisamos fazer fazer as duas coisas em conjunto.
Quem está comigo?
TOMORROW tudo é possível!


 Filme da Disney, estreia nacional dia 4 de junho de 2015.

Suuuper recomendo!

Para ver o clipe legendado, clique AQUI
Para saber mais sobre o filme, clique AQUI.


Comentários

  1. Depois dessa resenha, fiquei com vontade de assistir! E também curiosa pela do Cássio. Você está fazendo um ótimo trabalho nessa tarefa de fazer filhos melhores para o mundo Gi :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais