Pular para o conteúdo principal

#EULEIOURBIM: BOLACHA MARIA


Esse mês acontecerá uma série de homenagens póstumas ao jornalista e escritor gaúcho Carlos Urbim. Ele faleceu em Fevereiro, foi submetido a uma cirurgia (se recuperava de um aneurisma) e não resistiu.
 Uma das ações convida todos a postarem vídeos, de até 2 minutos nas redes sociais, de trechos dos livros de Urbim. 
Então, vamos lá!
BOLACHA MARIA - CHEIROS E GOSTOS DE INFÂNCIA. De Carlos Urbim e ilustrações de Gustavo Nakle. Editora WS, ISBN: 9788575990506.

Sinopse:
Um livro delicioso, um passeio afetivo pela infância, aguçando o olfato e o paladar. Em poemas saborosos, Carlos Urbim revive o menino que gostava de amendoim, pipoca, 
coquinhos ou caldo de feijão.
O super amigo da Cecília, Thiago de 9 anos, adora essa poesia e lê Urbim pra vocês, também!

E, como a vida não é feita só de alegrias, o autor relembra também 

os remédios amargos, a tristeza de um velório e os joelhos esfolados nas brincadeiras. 
 Leitores de qualquer idade se identificam com as evocações líricas de Urbim. E podem elaborar suas próprias listas de gostos e aromas que remetem ao começo da vida de cada pessoa.

Um exemplo de poema que (pessoalmente) gosto muito:

FEIJÃO PRETO

Cheiro aconchegante
é o da cozinha de Dona Joana
às onze e meia da manhã.
Nessa hora iluminada
pelo sol quase a pino
ela canta uma marcha de carnaval
revira a colher de pau na feijoada
canta um ponto de umbanda
e prova o caldo na palma da mão.
Charque, linguiça, louro, toucinho
E os tenros grãos negros
Saem da panela fumegante
Como oferenda de Dona Joana
A todos os santos e orixás.

Da página 24.

Para as crianças vamos perguntar:

Quais os melhores cheiros do mundo?
Quais são os melhores gostos do mundo?
E quais os piores?
O que você pensa quando ouve:
Feijão?
Pipoca?
Chocolate quente?
Sopa?
Polenta?
Mandioca frita?
Churrasco?
Limonada?
Suco de laranja?
Negrinho (brigadeiro)?
Branquinho (beijinho)?
  
Nossa receita com Bolachas Maria:
Super simples de fazer e as crianças adoram:

Derreter um pedaço de uma barra de chocolate da sua preferência no micro ondas ou em banho Maria.
Pegar duplas da bolacha Maria e recheá-las com doce de leite (temos duas receitas caseiras AQUI e AQUI) . 
Passar no chocolate derretido. Deixar secar em uma superfície plana. 
DE-LI-CI-O-SO!
Um alfajor caseiro!
De vez em quando elas levam de lanche pra escola.

Serviço:
Dia: 23 de abril de 2015 (quinta-feira)
Hora: das 9h às 22h.
Local: Travessa dos Cataventos e Hall (térreo), Biblioteca Lucília Minssen/BLM (5º andar) e Teatro Bruno Kiefer (6º andar) – Casa de Cultura Mario Quintana/CCMQ (Andradas, 736).
Informações: Biblioteca Lucília Minssen/BLM – Telefone 3225-7089.
Entrevistas: Com as idealizadoras do projeto, Patrícia Langlois ((51) 8187-0743) e Marô Barbieri ((51)9977-8887).
Entrada franca.
Você também pode participar fazendo mini vídeos com textos do Urbim e compartilhando nas redes sociais com o #EuLeioUrbim.

Para saber mais sobre o projeto #EULEIOURBIM:

Na página do Eu Leio Urbim, hospedada no Facebook, acompanhamos as leituras e outras intervenções que celebram a obra do escritor gaúcho Urbim. O endereço é https://www.facebook.com/EuLeioUrbim

Comentários

Veja também

Mostrar mais