O bule de chá da bisa Marieta

 Estamos muito felizes!
Quem acompanha o blog já deve ter notado que temos mais uma parceira (na lateral do blog): RODA & CIA Editora!
 E vamos começar falando de um livro lindo sobre uma neta que vai visitar sua BISAVÓ.
O BULE DE CHÁ DA BISA MARIETA de Nye Ribeiro e ilustrações de Julie Rambaud. ISBN: 9788589598606. 

Alice observa todo cuidado e carinho que a Bisa Marieta guarda suas coisas... coisas que não se vêem mais, hoje em dia, nas casas das pessoas, como: latas grande que guardam biscoitos, carretéis coloridos, moveis antigos de verdade, talheres diferentes para cada prato servido e até guardanapos de tecido e toalhas de mesa bordadas. Em raras ocasiões algumas casas ainda têm isso em ocasiões especiais. Mas é raro. A mãe e a avó da Alice acham que a Bisa precisa se modernizar e jogar toda essa tranqueira fora, mas Marieta não pensa assim. Ela leva tudo na brincadeira.
O que Alice mais gosta são os chás que a Bisa prepara para a neta no bule de Ágata branca.

 E o chá dessa vez foi mias que especial, pois a Bisa está completando 85 ANOS! E em meio as toalhas e talheres bonitos e raros eles cantam parabéns e comem bolo. Toda família! 
No final do livro a Bisa nos dá duas receitas de chás, que ela prepara para a Alice. Delícias!

Um livro carregado de afeto e sentimentos bons!
Depois de ler o livro fomos pra casa da vó Lourdes pesquisar o era da Bisa das crianças e o que era da Trisavó das crianças! 

 Encontramos muitas coisas... Relógio de parede, baú de guardar cobertas, Santinha, armários, cortador de cabelo de ferro, ferro de passar (onde para esquentar precisa colocar carvão em brasa dentro), chaleira de ferro, máquina de costura, ferro usado na fabricação de calçados, relógios de bolso, carretéis, etc...
Cada objeto com uma história ou uma memória.

 E depois fomos visitar nossa única Bisa viva: a Bisa Ivete. E esse ano, em novembro, ela fará 99 anos! As crianças ficaram super emotivas.

E sentamos com a Bisa, pela primeira vez e ela nos mostrou seus álbuns de fotografias. Vimos muiiitas fotos dela, inclusive virando avó e segurando o papai, quando era pequeno! Momento nostalgia total. Cantou algumas músicas, lembrou de histórias e ficamos horas conversando e fazendo carinho nela.

Um livro pode nos levar tão longe! Foi um estímulo pra gente procurar objetos e histórias da nossa família.
Recomendo a leitura!

Comentários

Veja também

Mostrar mais