Moscas e outras memórias

De Eve Ferretti, com ilustrações de Fabíola Werlang, editora Aletria.

Este livro nos conquistou desde a capa, ilustração, fonte e detalhes metalizados.
Vamos enumerar as qualidades, que são muitas!
Começamos pelo texto. Eve nos conta, em primeira pessoa, as lembranças de uma infância com personagens bastante peculiares. O livro é cheio de gente esquisita, com hábitos ora assustadores, ora nojentos. Como a avó que quando levava o neto para passear, ficava matando e juntando as moscas que pousassem neles, depois as guardava num vidro e levava para casa.
Ou a amiga da mãe que levava onde fosse um macaco dizendo ser seu filho.
Tem também a tia, que não o deixava fazer nada por medo de que alguma catástrofe acontecesse com o narrador. O medo era tanto que nem banho mais tomava, (ela ficara assim depois de perder o noivo em um acidente).


O livro é um álbum de recordações, os personagens vão sendo lembrados, com suas peculiaridades e esquisitices cada um evoca uma história que instiga e deixa lacunas para que as crianças completem.
Tudo tem um ar engraçado, quase fantástico.


As ilustrações são delicadas mas com personagens assustadores. Feitas em pintura sobre tela, a ilustradora utiliza-se dos tons terrosos para evocar o sombrio.
Particularmente gostei muito, pois o estilo de desenho se assemelha a alguns que fiz, tanto que quando chegou na redação de Brasília, Gisele percebeu a semelhança e me enviou para resenhá-lo.

Livro que diverte e pode ser usado como ponto de partida para exercícios de memória. Uma forma bacana seria fazer fichas com as características de alguns parentes ou vizinhos da criança (trabalhar semelhanças e diferenças, construção de personagens, características surpreendentes ou imaginárias).

Comentários

Veja também

Mostrar mais