Coração Perverso

Oi pessoal! Tudo bom? Aqui é a Tati, do Entre Fraldas e Livros, encarando de novo a tarefa de falar de um livro para vocês aqui no KidsIndoors. Como sempre, uma grande honra. Mas dessa vez tem novidade: não vou falar de livro infantil! Hoje o papo é de adulto, de mãe para mãe. Afinal, mãe também é gente, mãe também merece ler história de gente grande!

Eu vim compartilhar com vocês minha opinião sobre o livro Coração Perverso, da Editora Globo, super parceira aqui do Kids. Este livro é da autora Leisa Rayven e é o terceiro da série Starcrossed (os dois primeiros são Meu RomeuMinha Julieta). Mas não se preocupe, não é necessário ter lido os dois para entender Coração Perverso (eu não li). Vem comigo para saber mais!


Coração Perverso fala sobre Elissa Holt, uma diretora de palco em Nova York que tem uma regra quando se trata de relacionamentos: ela não namora atores. Essa regra vem de uma série de desencontros amorosos que ela teve com eles, principalmente com Liam Quinn, com quem ela teve um caso intenso antes que ele se mudasse para Los Angeles, ficasse famoso e a trocasse por Angel Bell, a mais recente queridinha da América. Acontece que o mundo dá voltas e Elissa se vê obrigada a trabalhar com o casal e descobre que não superou tão bem assim o término do relacionamento. E, aparentemente, Liam também não, apesar de estar noivo e de casamento marcado.

Vou confessar: este livro não me conquistou de cara. Ele é do estilo "hot" (ou como são chamados "oficialmente", New Adult) e vai direto ao ponto, não tem preâmbulos e nem eufemismos (aliás, se você é conservadora, considere-se avisada), eu estranhei um pouco e estava achando meio vulgar. Mas esse foi só o começo, as primeiras páginas. Logo a história pega embalo e o que eu achava que era desnecessário começa a integrar o enredo, fazer sentido e se mesclar com a narrativa, a ponto de nem chamar mais tanto a atenção (ou eu me acostumei hehehe).

Quando você menos espera, está envolvida e torcendo para que Elissa tenha um final feliz, que as coisas se resolvam logo. Confesso que fiquei meio em dúvida se gostava do Liam ou não, se ele era ou não merecedor do amor dela, mas a partir de um certo ponto minhas dúvidas foram sanadas e eu pude meio que "escolher um lado". Já com Elissa eu tive uma revolta no começo, na parte do livro em que achei que as referências sexuais estavam em excesso e desnecessárias. Mas, como contei acima, a medida em que a história pegou embalo eu fui conhecendo melhor a protagonista, admirando suas posturas e entendendo suas dúvidas, inseguranças e fraquejadas.

Enfim, Coração Perverso até parece uma história clichê, mas se revela e dá reviravoltas interessantes e atraentes. Inclusive me animou a ler os dois outros livros da série. Recomendo!!

Comentários

Veja também

Mostrar mais