#Temcriançalendo temas difíceis

No #temcriançalendo de hoje estamos falando sobre livros que podem nos ajudar em situações difíceis. Que de uma maneira ou outra podem amenizar uma dor que parece não ter fim.

JOGOS DEPOIS DA CHUVA de Christina Dias e com ilustrações de Carla Irusta, da editora FTD. Numa cidade do interior, os moradores foram forçados a saírem de suas casa, em função de uma enchente. A maioria dos moradores, com os poucos pertences que conseguiram salvar, foram abrigados em um ginásio. Lá dentro a solidariedade reina. Tudo é dividido: brinquedos, tempo, comida, cuidados e até preocupações. Uma turma de crianças logo ficaram muito amigos. De diferentes idades e gostos, não sabia que poderiam ter tantas coisas em comum. E lá fora a chuva não mostrava sinais que iria parar. O que fazer para o tempo passar? Como ajudar? Será que a vida vai voltar ao normal? Todos sentem saudades de casa. Mas será que todos terão casas? Um livro sobre amizade, empatia, ajuda, solidariedade, força e esperança. Bonito. Bons exemplos. Saímos do livro com a sensação de que precisamos ajudar a melhorar o mundo. ☺️ Fica a dica.
Você já pensou quanto o que vemos e ouvimos nos afeta? Hoje de manhã acordei e já ouvi a notícia de que, após ganhar a guarda a filha, matou-a com pauladas na cabeça. Agora me diz como devo seguir o resto do dia? Outra noite, quando ia me deitar, meu marido leu em voz alta a notícia que uma mãe tinha deixando o filho especial na escola e ele tinha sido abusado por colegas maiores, dentro da escola. Não dormi a noite rezando pela criança e por aquela mãe. Para o mundo que quero descer! Eu sei que as crianças precisam saber que o mundo é feito de coisa boas e ruins... Mas ouvir toooodos os dias essas notícias não vão deixá-las achando que essas BARBARIDADES são normais? Aqui em casa não tenho TV aberta. Na verdade não temos nem TV. Desligamos o computador, que tb serve de TV quando precisamos acompanhar alguma coisa, tipo votação ou qualquer outra coisa grande. Mas no dia a dia não tem. E porque não quero que meus filhos cresçam que isso, essa violência toda, é normal. Por que não é!

SANGUE DE BARATA. Nesse livro, das @paulinasbrasil, escrito pelo Cristian David e ilustrado pelo Rodrigo Rosa, o menino de TAAANTO ver 💩💩💩 e lixo na TV, não se importa com nada que acontece ao seu redor. Não se sensibiliza mais. Um dia, ao acordar, vê que se transformou numa barata. Já que ele tinha sangue de barata, mesmo. O que será que vai ser dele agora?
 Como ensinar a criança a se importar? A ter empatia? A querer mudar o que estar errado? Fica a reflexão.

ATRAVÉS DO ESPELHO de Jostein Gaarder, da Cia das Letras. Um livro intenso. Cecília Skotbu é uma criança que passa a maior parte do tempo deitada em seu quarto, irá morrer em breve e sabe disso. Ela está com uma doença terminal... o o foco da história não é a doença, mas o que tem/acontece depois da morte? Muito debilitada ela começa a receber visitas do anjo Ariel, durante essas visitas Cecília começa a descobrir segredos de sua própria existência, enquanto anota tudo em um caderninho... Nas longas conversas que Cecília tem com o anjo Ariel, os assuntos: morte, criação, vida, saúde, solidão e Deus, são levantados. Um livro que nos faz refletir o tempo inteiro. Uma história filosófica onde Ariel tenta entender como é ser um humano e Cecília tenta entender como é ser um anjo. É um livro rápido de ser lido. E como tenho uma Cecília em casa, o livro me faz chorar sempre. Tem o filme tb. Mas não vi. Todos vamos morrer, mas como lidar com uma morte prematura e anunciada? Tema delicado.

Esse livro poético pode ter muitas interpretações. Vou escrever uma delas aqui. Dudu só olhava pro próprio umbigo e era muito feliz no seu mundo. Porém, um dia uma brisa diferente soprou e o céu desabou em chuva. Dudu foi inundado de água que acabou entrando no seu próprio umbigo. Triste, teve que sair do seu mundo e olhar ao redor. Haviam outras pessoas ali, na mesma situação. E não se isolou mais. Foi construir pontes. Ilustrações liiindas de @weberson83 e texto de Olívia Rabacov. Editora Mar de ideias.

Como explicar um tema que nem nós entendemos? A guerra é a mais absurda das catástrofes. Em "O menino, a guerra e a bola" vemos um recorte da primeira grande guerra. Durante o inverno, os soldados mergulhados na lama respondem aos gritos dos generais atirando de um lado e do outro. Os exilados andavam pelas estradas fugindo dos combates. Só um acontecimento imprevisível poderia paralisar o tempo e as balas. Um menino sai do grupo e ao som dos gritos desesperados da mãe corre atrás da bola e entra no campo de batalha. Narrativa sensível e arrepiante que faz as lágrimas escaparem dos olhos. De Jean-Baptiste Cabaud e Fred Bernard, editora Martins Fontes.

Um menino apresenta sua irmã mais velha a Cleonice. Ela não consegue andar, falar ou se mover muito. Ela não sabe por que ela não faz essas coisas: só sabe que é assim. Ele diz que ela é como uma princesa: não precisa fazer muitas coisas, só ficar sentada olhando. Algumas irmãs podem ser más, gritam, xingam, puxam cabelo, mas Cleonice é um doce e o faz sorrir. Ela faz barulhos fofos que o fazem dar risadas. Eles juntos voam até a lua e cavalgam cavalos em cima da cadeira de rodas dela. São ótimos amigos, só sei que é assim. Uns 12 anos atrás eu era professora numa escola para alunos especiais. Lembro do relato de uma das mães, que me contou que a filha dela era "normal" até os dois anos. Corria, brincava, falava... Mas uma noite teve febre, convulsões e uma parada cardíaca. E depois ficou como a Cleonice da história que só mexia os olhos. 😔 Por isso gosto tanto desse livro. Um livro que conforta, que é cheio de amor. Apesar das dificuldades tem uma família que a ama, que a cuida, que se importa.

O @temcriancalendo de hoje está com dicas de livros sobre temas difíceis.

Você tem alguma dica? Marca a gente: #temcriançalendo!
E siga as gurias pra conhecerem outras dicas:
@conversadequintal

@casadeleitores

@entrefraldaselivros

@passarinhos_no_sotao

@mardehistorias

@sobreissoeaquilo

@boaleiturabomapetite

@cirandacontada

@coisasdalara

@virapaginas

Comentários

Veja também

Mostrar mais