O Segredo do Anel - Tordesilhinhas

Oba!
 Temos uma nova parceria: Editora TORDESILHINHAS!
Hoje vou falar de um livro deles que mexeu comigo.

O SEGREDO DO ANEL E OUTROS CONTOS DO BEM VIVER de Lauro Henrique Jr. e ilustrações lindas, como sempre, da Ionit Zilberman. Editora Tordesilhinhas.

Sabe quando você tem certeza que o livro vai ser bom, um feeling inexplicável. Foi assim. Desde que eu acompanhava a produção das ilustrações 

no Instagram da Ionit (@ionit). É tão legal pras kids (e pra mim também, claro) verem como as ilustrações são feitas... Como se dá a composição de cada página (casamento entre o texto e as imagens), como é a construção das cores (camadas e mais camadas de tinta até ficarem perfeitas), como são os rascunhos e finalmente, como é o livro pronto. 

E daí começa a expectativa: Quando EU, leitor, ia tê-lo em mãos!

São 11 histórias curtas, ótimas pra ler antes de dormir. 
Todas histórias pra gente pensar na nossa própria vida. 
Na minha leitura inicial (leio sempre os livros antes das kids), descobri um texto que se encaixa perfeitamente na vida de cada filho (coisas que aconteceram na escola essa semana) 

e também um dos textos que se encaixa perfeitamente num problema que meu marido teve que administrar no serviço. Acho que, pensando bem, tem um texto pra cada pessoa que convivo, me incluindo, claro.

São histórias atemporais sobre fofoqueiros, irmãos brigados, sobre o céu e inferno, sobre amor e ódio, sobre fazer as coisas bem feitas, sobre paz, ir atrás dos nossos sonhos, sobre palavras de incentivo, entre outras coisas. 

Ao terminar de ler o livro ficamos pensativos... Onde eu estou no meio disso tudo? Onde me encontro? Que papel ando desempenhando?

Como acompanhei o trabalho da Ionit, mesmo não conhecendo o texto, comprei no Aliexpress uns anéis com abertura... Pois sabia que eu ia amar o livro e querer trabalhá-lo com as minhas kids.

Em função disso, trabalhei o primeiro texto mesmo: O SEGREDO DO ANEL.
Vou contar um pouco a história, sem dar spoiler:
Um Rei reuniu os homens mais sábios do reino e pediu que eles pensassem na frase... A frase mais sábia, que fosse a frase mais útil do mundo. E ela precisava ser excelente para usar em duas ocasiões: num momento de extrema felicidade e no momento de extremo desespero. Precisava ainda ser curta, para caber de baixo da pedra do anel dele.
 E lá ficaram dias até a tal frase sair.  E logo o Rei precisou dela. Ao lê-la uma paz sentiu e conseguiu contornar a situação.

Bem, então, antes de ler a história pras kids, pedi pra Ceci pensar numa frase que ela amaria ouvir no PIOR DIA DA VIDA DELA. Mas a frase precisava ser tão especial que ela também serviria pra ser lida NO MELHOR DIA DA VIDA DELA.

 Papel, caneta e tesoura... E muito tempo depois ela chegou com o papel dobrado. 

Confesso que ainda não li a frase.

Mas já estou usando o anel.
E louca pra saber o que está escrito, pois ela me deu de presente o anel. Será que vou precisar logo? Veremos!

Fica a dica de leitura!