BÁRBARO

Hoje no blog um livro que eu queria muito ver pronto!!! Com vocês BÁRBARO de RENATO MORICONI. Editora: Companhia das Letrinhas, ISBN: 9788574065748
Mas antes... pausa para tietagem!!!

Na foto: Renato Moriconi, a Liza (minha amiga e uma grande ilustradora também) e eu (somos super fãs dele)! O ano passado ele veio à Feira do Livro de Porto Alegre e nós fizemos uma oficina e bate papo, o qual ele ministrava. Foi a Liza, que é MEGA fã dele,  quem me apresentou os livros do Renato! Resultado: virei fã também!  

E nessa oficina conheci os bonecos (rascunhos dos livros) que ele estava fazendo e quando vi o do Bárbaro, me arrepiei! O final é surpreendente! Claaaaro, que NÃO vou contar o final para vocês! :) Hehehe!

Agora sim, vamos ao livro:
É um livro imagem (AMO!!!) que conta a história de um bárbaro destemido, corajoso...
  
 ... que enfrenta muitos perigos, como gigantes, aves ferozes, escorpiões, dragões, monstros, plantas carnívoras,...
 
raios e trovões em sua jornada. Enfrenta tudo e todos, sem piscar, sem hesitar, sem um pingo de medo não importando o tamanho do perigo.
Mas de repente... O que será que faz o grande e destemido guerreiro triste a ponto de para a sua expedição e chorar?

Só abrindo o livro para saber! Eu não vou contar!!!

E o que fizemos?

Resolvemos fazer um bárbaro só para nós!
A minha filha colou uma folha A3 num papel mais grosso (papel do verso do bloco de desenho). E bem no meio, fiz um retângulo bem fino com os cantos arredondados.
 Depois a Ceci desenhou vários monstros e criaturas.
  E desenhou uma guerreira/bárbara numa prancha de isopor, com canetinha permanente. Em seguida eu cortei com estilete.
 Para completar a guerreira:  Ceci furou, (delicadamente) com um lápis, bem no centro e com cola quente eu colei a espada (mordida já por um dragão), o balão da fala na bonequinha ("NÃO" = Você não vai me pegar!).  Ela escolheu uma moeda grande (no caso 5 pesos uruguaios) para ser o escudo e colei, também com a cola quente, uma "bailarina" num dos lados da moeda (lado que fica o número).
 Recortei com um estilete o retângulo (com cantos arredondados), para que ficasse vazado. Cecília encaixou a guerreira.
No verso ela colocou um círculo feito da prancha de isopor, também furado no meio e entortou a "bailarina", com uma folguinha, para que não ficasse tão presa assim.
 Agora é só brincar de subir e descer...
 para combater os monstros!
  E ficou como peça central, para enfeitar nossa lareira!

Comentários

  1. Nossa, parece bem legal o livro, as crian;cas aqui tb adoram histórias de bárbaros! Lindas as ilustras tb hein? Amiga talentosa como vc!Ficou uma gra;ca a guerreira da ceci! beijo queridos

    ResponderExcluir
  2. Original e criativo! A Ceci é uma fofa!
    Bjs

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais