Estamos no Confessionário dessa semana

Não deixe de nos visitar no CONFESSIONÁRIO. Meu texto tem o título:
INVERSÃO DE  VALORES? 
 E fala minha experiência de tentar criar filhos para paz, no mundo de hoje.

:)

Comentários

  1. Que massa,Gi!! vou la conferir!! bjooo em vcs!! ah,lembrei de vc essa semana,tava conversando com Enzo e explicando pra ele sobre o trabalho do ilustrador de livros(uma tarefa da escola) e falei de vc,dei seu exemplo,rsrs..ele adorou!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal!
      Obrigada pela lembrança!
      Ainda estou procurando onde guardei os pinguins que tinha, pra mandar pro Enzo!
      Não esqueci, viu! :)

      Bjos, gi e kids

      Excluir
  2. Olá!

    Acompanho seu blog a certo tempo. Um certo encantamento no início, frustração no meio (por ter certeza de eu não ser uma mãe tão criativa e interessante como você parece ser), e hoje com admiração por ver que também tentas educar seres humanos melhores para o mundo. Lendo o seu artigo, sinto o drama que vives também na pele. Pergunto para mim, a Deus, para Gerson (meu marido), para as paredes, porque é tão difícil educar nossos filhos para o amor se quando eles saem do nosso ambiente o mundo parece estar cheio de maldades e malícias. Quero que meus filhos tenham confiança e ajudem o próximo, mas também preciso lhes ensinar que existem pessoas que maltratam crianças e nem sempre elas podem atender uma pessoa mais velha. Um desencanto com o mundo e com as pessoas. Estou tentando educá-los para o amor, e oro à noite para que esse mesmo amor os guie nesse mundo louco da melhor maneira. Meu coração fica tão, tão pequeno quando penso nisso... Parabéns pelo artigo e pelo blog. Como disse, estou numa fase de lhe admirar muito! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leila!

      Obrigada pelo carinho! Pelas palavras.
      Eu também rezo bastante, todas as noites, para iluminar com amor o caminho deles, principalmente quando estão sozinhos, longe de mim. Eu sei que os filhos não são nossos, são do mundo e pensar isso me dá um desespero grande, por que do jeito que tá, não dá pra ser muito feliz. :) Ensinar os filhos a focar no amor e no bem é uma tarefa contínua e, ao mesmo tempo, um aprendizado e um desafio enorme para nós, mães. Por que a gente sabe que o mundo é mau, mas no fundo, beeem no fundo a gente quer acreditar que ele pode ser diferente.
      Mais uma vez, obrigada pelo carinho e qualquer coisa grite! :)
      Bjos, Gi e kids

      Excluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais