Profissão mãe!!!

Recebi este e-mail da minha amiga Ingrid, do blog DESCONSTRUINDO A MAE:

Profissão: Mãe

Já que estamos na semana em que se comemora o dia das mães segue um trecho de um texto muito interessante que encontrei na internet:

"Como em toda profissão, as mães também precisam ter competências essenciais a fim de obter sucesso em sua prática diária. A "profissão mãe" ainda não é reconhecida pelo Ministério do Trabalho, entretanto, a título de comparação, podemos observar abaixo as 32 competências listadas no CBO (Código Brasileiro de Ocupações) para a profissão dos chamados cuidadores (de crianças, jovens, adultos e idosos) que muito se aproximam das competências necessárias para o exercício do papel de mãe. É surpreendente constatar que diversas profissões relacionadas a cargos de comando nas grandes empresas exigem em média apenas dez competências.

Competências necessárias:
Manter capacidade e preparo físico, emocional e espiritual
Cuidar da sua aparência e higiene pessoal
Demonstrar educação e boas maneiras
Adaptar-se a diferentes estruturas e padrões familiares e comunitários
Respeitar a privacidade das crianças (jovens, adultos ou idosos)
Demonstrar sensibilidade e paciência
Saber ouvir Perceber e suprir carências afetivas
Manter a calma em situações críticas
Demonstrar discrição
Observar e tomar resoluções
Em situações especiais, superar seus limites físicos e emocionais
Manter otimismo em situações adversas
Reconhecer suas limitações e quando e onde procurar ajuda
Demonstrar criatividade Lidar com a agressividade Lidar com seus sentimentos negativos e frustrações
Lidar com perdas e mortes
Buscar informações e orientações técnicas
Obedecer normas e estatutos Reciclar-se e atualizar-se por meio de encontros, palestras, cursos e seminários
Respeitar a disposição dos objetos das crianças (jovens, adultos ou idosos)
Dominar noções primárias de saúde
Dominar técnicas de movimentação das crianças (jovens, adultos ou idosos) para não se machucar
Dominar noções de economia e atividade doméstica
Dominar noções de educação pedagógica Educar crianças e jovens
Transmitir valores a partir do próprio exemplo e pela fala
Conciliar tempo de trabalho com tempo de folga
Doar-se
Demonstrar honestidade
Conduta moral

Cada mulher que é mãe e supera a cada dia alguns desafios que lhe exigem em especial algumas dessas competências relacionadas acima, precisa aprender a olhar para si mesma como uma pessoa de muito valor e em processo de desenvolvimento.
Já pensaram que para ser mãe a gente precisa de qualidades e competências muito além do que nós podemos imaginar?

Eu por exemplo estou aprendendo muito a ser mãe. Algumas qualidades que a gente sempre diz que não tem e que não mudaremos quando nos tornamos mãe a coisa muda de figura.
Eu sou uma pessoa pra lá de impaciente e com Matheus eu estou mudando. Estou conseguindo amadurecer como mãe e mulher bem mais rápido que eu mesma imaginava. A paciência pode não ser a minha qualidade máxima, mas agora já me controlo mais e sei contornar uma situação com a cabeça bem mais fria. Este está sendo meu maior desafio!

Me conte. O que mudou na sua vida depois que se tornou mãe? quais foram seus maiores desafios?



Minha resposta:

Eu sempre disse pro meu marido q eu ia mandar uma carta pro governo exigindo um SALÁRIO-MÃE! Eu estou há 6 anos em casa educando minhas crianças para serem melhores cidadãos!!! Isto merece ser recompensado! Me dedico exclusivamente para fazer essas crianças melhores pro mundo!!! E isto é um desafio e tanto!!! Pq não ganhar um salário mínimo q seja?!

Acho q nem todo mundo nasceu para ser mãe. Não q toda mulher precise se dedicar exclusivamente e parar tudo quando têm filhos, mas muita gente faz e depois larga pro mundo... como gatos. E me dá uma pena! Tanta criança aí carente de carinho e atenção! O que mudou na minha vida depois de ser mãe? Fiquei mãe de todas as crianças, meu marido disse q me tornei um imã de crianças e é impressionante... posso estar num lugar cheio de crianças ou adultos e de um jeito ou outro acaba todos os pequenos em volta de mim (mesmo q eu tenha deixado os MEUS na casa da vó, para eu ter uma folguinha)!!!

E tento ser o mais correto possível e ter muito mais consideração com o próximo, não q eu não tivesse antes, mas agora estou mais atenta. Até pq as crianças aprendem muito com exemplos!!!

Tenho um monte de outras coisas pra falar, mas tá tarde e as letras estão embaralhando... Então vou postar aqui a resposta da Ingrid, da qual concordo plenamente! E Boa noite!


resposta da minha amiga Ingrid:

Tem horas em que penso se deveria haver exame psicotécnico para essa nossa profissão/missão/escolha de ser mães e tentarmos ser daquelas boas.

Fico imaginando se minha lista de o que preciso mudar não é imensa, sabe?

Uma coisa que consegui mudar depois de ser mãe foi um senso maior de olhar pro que precisa ser mudado coletivamente para que o mundo seja um lugar melhor, para ações de educação que visem um olhar de compaixão, de engajamento que comece dentro de casa.

Meu marido diz que a responsabilidade aumentou, embora não me achasse irresponsável e que meu olhar, meu foco sobre as coisas ficou menos generalista - será um elogio?

Aguardo ansiosamente pelas reflexões de outras mammys!

Ingrid

Ingrid Strelow Lima - Bióloga

www.desconstruindoamae.blogspot.com

Comentários

  1. Oi querida, obrigada pela visitinha... adorei seu blog e vou segui-lo.

    bjks

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais