Vovó Vigarista

VOVÓ VIGARISTA de David Walliams, com ilustrações de Tony Ross, da Intrínseca. 

Ceci acabou com o livro em 2 dias. Só não terminou no primeiro dia, por que a história estava tão boa, mas tão boa, que não queria que acabasse logo. 

 Ben é um guri de 11 anos, que mora com os pais e tem o sonho de se tornar encanador.

Os pais querem que ele seja um dançarino profissional.
  O neto detesta a avó pois cheira a repolho, faz ioga de lingerie, tem problemas de gases, gosta demais de cruzadinhas e é viciada em livros de vigaristas. Ou seja, uma velha chata.

Toda sexta-feira ele fica na casa da avó, para os pais poderem ir a um show de dança.

Numa sexta-feira ele vai procurar biscoitos na casa da avó, que tinha saído, e encontra uma lata de biscoitos recheada de jóias!

Então, pensa que a avó é uma vigarista.
Ben fica super curioso e antenado, louco pra descobrir mais sobre a vó. No outro dia ele resolve ir atrás dela, e descobre que ela está vestida de ninja e tentando roubar uma joalheria, com uma lata de sopa de repolho!!

Quando ela vai jogar a lata pra quebrar a vitrine, ele, o neto, grita "NÃO!" e ela para e leva-o pra casa. Lá, os dois têm uma longa conversa e ela explica que ela é uma ladra internacional e que o sonho dela é roubar as jóias da Rainha da Inglaterra.

Ao descobrir quem a avó realmente é, o neto passa a gostar cada vez mais de sua companhia, quer muito passar mais tempo com ela e até tornar-se um vigarista também. 

Como a avó queria muito as jóias da coroa e ele, ser um encanador, acidentalmente encontra, quando vai ler sua revista favorita sobre encanadores, uma planta baixa com os canos de esgoto da Torre de Londres, onde estão as jóias da Coroa. E assim resolve ajudar sua vó a realizar o sonho dela. 

A avó é fofa demais. O livro mostra como as crianças precisam respeitar os mais velhos e também que as pessoas de mais idade são cheias de histórias pra contar. 

Este é o segundo livro da Intrínseca que a Ceci QUASE chora no final. Fica emocionada com o twist da história.

Divertido, como todos os livros do autor, super recomendamos. 

Comentários