MULHERES de Carol Rossetti

Estamos na semana internacional da mulher e fiquei pensando em como as mulheres são sempre "classificadas" e quase sempre depreciativamente.
Se a gente tem cabelo muito curto é joãozinho ou sapatão; se a gente tem um bumbum grande, é saúva; se a gente não tem peito grande, somos tábua... E assim por diante. Sempre denegrindo a nossa imagem. Muitas vezes me pego pensando na minha filha que logo, logo terá que enfrentar esse mundo cruel das mulheres.

A começar pela fase teen, onde a gente sempre se acha "A patinha feia", por que as pessoas são más, são ruins... a maioria pelo menos é.

Ano passado vi no Instagram da @entrefraldaselivros um livro, claro, que me chamou atenção: MULHERES de Carol Rossetti, da parceira Sextante.
Pedi e gentilmente mandaram um exemplar.
E gostei bastante. Vou guardar pra Ceci ler quando entrar na adolescência.

E pra nossa sorte o Governo de Brasília está distribuindo uma cartilha sobre Violência Doméstica que a Carol também ilustra.



MULHERES - RETRATOS DE RESPEITO - AMOR-PRÓPRIO, DIREITOS E DIGNIDADE de Carol Rossetti, editora Sextante.

 Mini Sinopse do livro:
"Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor.

Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e

iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN.

Com um traço característico e frases inspiradoras..."

ela deixa bem claro que o mais importante é se aceitar e se amar,

do jeito que você achar melhor. Não ligar para o que os outros falam. Não tem certo, nem errado. VOCÊ e só VOCÊ decide como deve se vestir, como deve se portar, como deve viver.Você é importante e linda do jeito que você é.

São mulheres de verdade, como problemas (na verdade os outros colocam como problema) que a sociedade impõe. As frases em cima revelam o que os outros acham e as frases em baixo do desenho encorajam as decisões e atitudes das mulheres que enfrentam esse "julgamento social".

Acho que esse é um livro que toda teen deve ler, pra não se sentir tão só e tão "errada", por que quer a gente queira, quer não, a gente se importa com o que os outros falam (nos sentimos arrasadas com algumas críticas e situações) e não deveríamos nos importar. 


Um livro que mostra mulheres que sofreram abuso de vários tipos,

verbal, sexual, físico, moral.

E mostra como enfrentaram esse problema, como buscaram ajuda (ou infelizmente não), como se deram conta de estarem numa situação de abuso (pois muitas só veem quando é tarde de mais).

E como no livro da Carol, há frases que reforçam e ajudam a mulher a lutar pelo que é certo, e não sentir-se culpada pelo que está passando.

A cartilha lista as forma de abuso mais comuns, deixando bem claro o que fazer, caso você conheça alguém que se encaixe nesse perfil.


Muito importante denunciar imediatamente.
Fica a dica. Quanto mais a gente conversar com nossos familiares e amigos, mais nossas filhas, netas, sobrinhas e amigas estarão protegidas.
Para quem quiser ler ou baixar a cartilha: AQUI.

Comentários

  1. Eu amo o trabalho da Carol Rosseti, Mulheres foi um livro que me emocionou, mesmo sem ser um romance ou um drama, pois me identifiquei com muitas daquelas mulheres e me senti acolhida e respeitada em minhas peculiaridades. Acho que esse livro chega até a ser necessário para toda menina/mulher e é daquele de deveria está no catalogo das bibliotecas escolares.

    Jaci
    #DoQueEuLeio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Eu super concordo contigo, que o livro deveria ter em toda biblioteca escolar e mais, deveria ser um daqueles livros de leitura obrigatória por meninos e meninas, para debate e conscientização. ;) Obrigada pelo carinho de sempre. Beijos, Gi

      Excluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais