Carvoeirinhos


De Roger Mello, editora Companhia das Letrinhas.
Este é um livro que faz parte da minha biblioteca já a alguns anos, decidi falar sobre ele para atender o pedido de uma amiga.
Livros sobre trabalho infantil. É um tema áspero, principalmente para quem, como nós, tenta fazer da infância a melhor parte da vida. Ainda assim, é uma verdade inegável e como acreditamos que as soluções para o futuro devem ser cultivadas hoje, vamos apresentar às crianças essa realidade nem tão distante.


Em Carvoeirinhos, Roger Mello narra o trabalho de dois meninos através de um observador insólito, um marimbondo. Enquanto o marimbondo cuida do seu ovo dentro do casulo, o menino cuida dos fornos onde a lenha vai virar carvão.
A poesia traça o paralelo entre os dois. No dia a dia a luta pela sobrevivência, um procurando comida, o outro se escondendo da fiscalização. Escondido no caminhão que leva o carvão dali, conhece a siderúrgica que ele alimenta incessantemente. O menino da história não tem nome, só trabalho e sonhos. O corpo está ali, carregando lenha, encaixando tijolos, domando o fogo. A mente voa longe, com asas de marimbondo, feitas de arame e papel de seda.


Roger é um artista completo, escreve e ilustra primorosamente. Em Carvoeirinhos, usa desenho e pintura sobre colagem para mostrar o mundo sombrio da produção de carvão. Todo em tons de cinza e preto, o destaque fica por conta do fogo representado com tinta fluorescente.

Roger Mello tornou-se hors-concours dos prêmios da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil e em 2014 foi o primeiro ilustrador da América Latina a receber o Prêmio Hans Christian Andersen, o Nobel da literatura infantil e juvenil.

Comentários

Veja também

Mostrar mais