A Princesa Flutuante

A indicação de hoje é o livro A Princesa Flutuante, conto de fadas de George MacDonald com ilustrações de Mercè López, editora Pulo do Gato.


Recebemos o livro da Distribuidora Casa de Livros. Como já era de se esperar, publicado pela Pulo do Gato, o livro é um pequeno tesouro.  Logo no início da leitura percebe-se a semelhança com a Bela Adormecida, onde a princesa é amaldiçoada por uma bruxa que não foi convidada para a festa. Por causa da bruxa, que é irmã do rei, princesa perde a sua gravidade física e emocional. Para desespero dos pais a princesa não consegue levar nada a sério,  está sempre rindo e flutuando pelo reino ao sabor do vento. A sua vida ganha sentido quando descobre que no lago torna-se um pouco mais humana, a água empresta gravidade e sentimentos à princesa. A maldição fantástica é o mote para que o autor possa explorar a questão da superficialidade da jovem.
Não conseguia parar de ler!

A tradução foi muito feliz, conseguindo contar a história com uma linguagem divertida e elaborada. No final (que eu não queria que tivesse chegado) fui ler mais sobre os autores e fiquei surpresa ao saber que a primeira publicação foi em 1864. Mais surpresa ainda com o escritor MacDonald, foi mentor de Lewis Carroll, incentivando-o a publicar Alice no País das Maravilhas. Tolkien, Mark Twain e C. S. Lewis também foram inspirados por ele.
Sobre as ilustrações da espanhola Mercè López, posso relatar a minha opção de leitura e vocês entenderão o quanto gostei. Ao ver a imagem da capa com aquele par de botas tão bem desenhado, decidi não folhar o livro antecipadamente, assim, pude aproveitar a surpresa de cada ilustração durante a leitura. 
Transparências, linhas finas de grafite e pinceladas marcadas constroem sóbrios tons terrosos que destacam detalhes vermelhos e azuis.
Para não roubar a surpresa mostrarei apenas a ilustração do primeiro capítulo.




Espero que vocês gostem tanto quanto eu.

Veja também

Mostrar mais