Dicas para ententer crianças presas em casa

Na beiradinha

Agnès de Lestrade e Valeria Docampo são uma dupla de sucesso. E que dupla! Juntas fizeram A Grande Fábrica de Palavras e, agora, 

NA BEIRADINHA. Ambos publicados aqui no Brasil pela Aletria editora.

Tem dias que não é fácil viver. Há inúmeros motivos que podem deixar a gente triste.

Se viver já é complicado para adultos (que conseguem elaborar os sentimentos mais facilmente, já possuem mais experiências de vida, conseguem expressar-se de uma forma mais ordenada e reflexiva), imagina para uma criança, que mal consegue distinguir um sentimento de outro, não tem experiências, nem palavras pra colocar tudo que está sentindo ou passando ou pensando, pra fora.

Pensa-se a infância como lugar sagrado da felicidade, mas a gente sabe que não é bem assim.

Na beiradinha, de uma forma poética, vemos a melancolia e como ela toma conta e nos deixa "a beira" da vida, sem que tenhamos vontade de participar dela maia ativamente. 

Ela nos deixa num estado mais intimista, reflexivo e tristes.

E como encontrar alguém para poder dividir um pouquinho do que sentimos pode trazer uma nova esperança, e um novo jeito de se reinventar e reinventar a vida. Lindo, poético e necessário. Poucos livros infantis falam da melancolia. Este é um lindo.

0 comentários:

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)