Só de Brincadeira

Nossas crianças estão crescendo cada vez mais depressa, deixando as brincadeiras de lado para se tornarem expectadores dos eletrônicos e mini adultos (pois brincar é infantil demais - como dizem algumas amigas da minha filha!).

Que paixão este novo livro de poesia do Leo Cunha e Anna Cunha, SÓ DE BRINCADEIRA. O livro de 56 páginas foi lançado pela Editora Positivo!

O livro é todo uma delicadeza só!
Olha o índice! 

Um livro sobre descobrir-se criança.

Pipa, bambolê, brincar com água, amarelinha, balão, trenzinho... as brincadeiras que encantavam a infância do escritor Leo Cunha são retratadas em formas de poesia.

Muitas delas retrataram nossa (Gi, Cathe, Márcia) infância também, mas estão longe da realidade das nossas crianças, infelizmente.

As kids estão cada vez mais cedo deixando a boneca de lado.

Nas grandes cidades está quase impossível de se soltar pipa.

O bom é que o livro resgata essas brincadeiras e estimula os pais e mediadores de leituras a reviverem suas infâncias. Este livro, muito além da poesia, traz de volta muitas memórias adormecidas e muitas novas histórias à serem descobertas pelas crianças.


Um livro que enaltece o brincar com todo o corpo, brincar ao ar livre, com outras crianças, com música, com imaginação, com vontade e amor!

Para se ler na escola, em casa, com amigos, com os pais, com os avós, com os tios, com os dindos, com todo mundo!

Fica a dica e boa leitura!

Comentários