Brinquedo sensorial para o bebê



Tem coisa mais gostosa que presentear quem amamos com algo feito por nós mesmos? Dedicar um pouco do tempo que sobra em meio a tantos compromissos, imaginando formas, escolhendo materiais. O presente começa a existir muito antes de estar pronto.
Hoje vamos aprender a fazer um brinquedo sensorial para o bebê. O ponto alto do brinquedo são as fitas em torno da cabeça. Nunca tinha entendido o porquê de tantos brinquedos com fitas até o dia em que o baby Lucas começou a puxar a etiqueta do seu sapo preferido. Ele ainda nem conseguia segurá-lo direito, mas encasquetou com a dita cuja. Os meses foram passando e aquela etiqueta continua sendo a parte mais interessante do sapo.
O brinquedo que fiz não tem espécie definida, pode ser um sapo, um monstro, uma flor, deixem o bebê decidir quando ficar maior. Vocês podem mostrar desde bem pequeno, chamando a atenção para as cores e o barulho, mas aproveita mesmo depois que consegue segurar com as próprias mãozinhas. 

As fotos estão meio escuras, é que com um bebê a mil só consigo trabalhar depois que dorme.
Demorei dias para terminar pois curti a costura (na mão), então, mesmo que demore, não desistam!!!
Vou dar o passo a passo do que fiz mas vocês podem escolher outro desenho.

Para o tecido escolhi uma pelúcia verde bem chamativa que tinha em casa. Fitas coloridas de 2 e 3 cm de largura, estas são de uma cor na frente e outra no verso. Cordão de algodão laranja. Feltro branco e roxo. Linhas roxa, branca e amarela.


A primeira coisa que fiz foi definir o formato, um rosto simples feito com um círculo achatado, se vocês acharem difícil podem fazer um quadrado ou triângulo, linhas retas são mais fáceis de costurar. Desenhei numa folha, recortei e usei como molde. Risquei uma carinha no verso do tecido com canetinha lavável da Faber. Recortei fora da marcação para dar espaço pra costura. A outra deixei sem cortar para facilitar a costura.
Cortei 8 pedaços de fitas de 10 cm cada.
Desenhei os olhos no feltro, usei tampinhas de potinhos de glitter como molde no branco. Para a pupila, usei um botão para marcar sobre o feltro roxo. Costurei os olhos com linha branca e as pupilas com linha roxa numa das carinhas com ponto caseado.


Agora vem uma parte interessante, a colocação das fitas. Fiz oito por ser o suficiente para este tamanho de brinquedo, deixando um espacinho entre uma e outra. Vocês podem colocar mais fitas é só manter a proporção.
Dobrei as fitas ao meio e alinhavei pela frente da carinha que tem os olhos, (isso mesmo pela frente).



Fazer o mesmo com todas as outras.



Neste ponto fiz quatro nós no cordão de algodão e costurei ao lado das fitas entre os nós para que não corresse risco de escapar da costura.

Fiz os olhos de tamanhos diferentes para ficar mais engraçado.


Ponto caseado. Depois de costurar a pupila fiz um "X" no centro com linha amarela.


O tecido das costas da cabeça do boneco vai por cima das fitas (frente do tecido com frente do tecido) depois de costurar vamos virar tudo.


E costurei na marcação com "ponto atrás" pegando as fitas. Fiz com as fitas na medida certa mas aconselho deixar mais sobra de fita porque desfia muito e pode acabar se soltando da costura. Amarrei uma ponta do cordão na outra com várias passadas de linha, assim não escapa. Aqui deixei um espaço na costura para virar, fiz com linha roxa para ver onde ficou o espaço. Reforçar bem o início e final da costura para não abrir ao virar.



Agora chegou o momento de fazer com que o que está dentro saia, é chatinho, mas com cuidado funciona.


Depois de virar é só encher, e fechar o buraco. Eu coloquei um saquinho plástico que faz barulho quando aperta, podem colocar guizos, ou só espuma.


As vantagens do brinquedo são ajudar a desenvolver a coordenação motora, a percepção das diferentes cores, texturas e o barulho que produz ao ser apertado.

Veja também

Mostrar mais