SALADA DE LETRINHAS

SALADA DE LETRINHAS de MARIA AMÁLIA CAMARGO e ilustrações de MARIA EUGÊNIA. Editora: Caramelo, ISBN: 9788573405637

Era uma vez uma pessoa que, após tomar uma sopa de letrinhas, deu um arroto enorme, e com isso, jogou palavras ao vento. Embaralharam-se, as letras, e então, formou-se uma grande confusão!
A RIMA PERDEU A MIRA, O TROVADOR VIROU RONCADOR, O VERSO FICOU SEVERO, A POESIA VIROU POEIRA... e assim por diante! 
Tudo virou uma grande brincadeira? E como consertar as coisas? Tentaram até CATAR A ESTROFE, MAS VIROU UMA CATÁSTROFE! 
Cuidado, tenha muito cuidado... por que você ainda pode encontrar muitas letras dando sopa por aí!

As ilustrações são divertidas e o texto é muiiiito legal. Ótimo para trabalhar com crianças o conceito das palavras (procurá-las no dicionário é uma ótima brincadeira): o que é uma crase? o que é poesia? O que é rima? O que define um verbo? o que é um problema para você (cada um vai ter uma resposta completamente diferente do outro)? Podemos falar tudo que pensamos? O que é jogar palavras ao vento? O que são palavras? Elas podem machucar? São boas ou ruins? etc...
 Aqui resolvemos fazer um desenho, onde a menina passeia bem na hora que a rajada de vento embaralha as letras!
Como fazer? Olha como é fácil:
1. Desenhe uma cena ao ar livre.
2. Pegue um pacote de sopa de letrinhas (cruas).
3. Com cola líquida, faça o desenho do vento passando.
4. Coloque um punhado de letrinha no centro do desenho e mexa (pra lá e pra cá) para que as letras grudem na cola.
5. Tirar o excesso e esperar secar.

E de noite vai ter sopa de letrinhas aqui em casa! Deu uma vontade louca de comer letras!


Boa leitura! Fica a dica!

Comentários

Veja também

Mostrar mais