Dicas para ententer crianças presas em casa

AS FANTÁSTICAS FÁBULAS DO MAGNÍFICO TERRY JONES {pensando sobre o próximo ano}

 AS FANTÁSTICAS FÁBULAS DO MAGNÍFICO TERRY JONES. de TERRY JONES, e ilustrações de MICHAEL FOREMAN. Editora: Formato, ISBN: 9788572088664
 Logo que recebemos o livro, fui ler a biografia, pois não me lembrava de nenhum escritor Terry Jones... na verdade ele é ator:
 foto DAQUI

Sou muito fã do Monty Python! Fui correndo ler o livro antes de entregá-lo às crianças!
Well, FÁBULA é uma forma de escrita curta em que os personagens são geralmente animais, forças da natureza ou objetos, que apresentam características humanas, (como a fala, comportamento, os costumes... ). Estas histórias são geralmente feitas para crianças e terminam com um ensinamento moral.

Aqui há 16 fábulas e outros pequenos textos.  

A sinopse oficial: 
 Um jovem tigre extremamente convencido que acaba aprendendo uma boa lição. 
 Um crocodilo ambicioso que não consegue arranjar emprego. 
 Um cachorro bondoso com inclinação para a medicina. Um elefante que só se preocupa em arranjar um par de calças. Uma raposa que sonha em ter seu próprio circo de galinhas. Esses e outros animais ganham não apenas vida, mas também voz, personalidade e sentimentos neste incrível livro de Terry Jones, integrante do famoso grupo britânico de comédia Monty Python.
Essas fábulas contemporâneas, divertidas e inteligentes, vão encantar leitores de todas as idades ao mostrar que por trás de algumas carinhas peludas ou escamosas se escondem complexos personagens que podem vivenciar as mais curiosas experiências.

Como o final de ano é um tempo de reflexão, quero falar sobre uma das fábulas em especial:
 O PINGUIM QUE NÃO TINHA NOME 
(contêm SPOILER)

Era uma vez um Pinguim, parado no meio do gelo, de uma nevasca, na verdade. Ele sentia-se miserável, por estar naquele imenso nada, frio e sozinho. Não tinha nome e nem caminhar ele conseguia, só gingar. Na verdade ele nem sabia quem era... até que um vento mais amigável passou por lá e resolveu conversar com o Pinguim. O animal queixou-se para o novo amigo e esse simplesmente falou:
 - Caminhe comigo, vamos ver o que acontece. 
A toda hora o Pinguim triste, deprimido, queixava e lamentava. Um hora o vento, após tentar dar-lhe nomes e conselhos para tentar ajudá-lo, disse pro Pinguim abrir bem as asas para frente. Assim que o animal fez isso o vento soprou um vento forte que atirou o Pinguim ao mar. 
Algo muito estranho aconteceu:
O animal não sentia mais frio, conseguia mover-se facilmente na água e pela primeira vez na vida estava feliz!
Subiu e gritou aos 4 ventos que sabia quem era, o nome dele agora era AVE MARINHA.

Pode ser o "clima" de festa e a proximidade do Ano Novo, mas este conto me tocou profundamente.

O que eu, GISELE, sou? Hoje estou no papel de blogueira, mãe, motorista, cozinheira, faxineira, professora, babá, ilustradora, escritora, leitora, filha, nora, cunhada, mulher, esposa... mas será que deep down under eu sou tudo isso? Eu quero ser tudo isso? Eu mereço ser tudo isso? Eu posso ser tudo isso, mesmo? 
Tempo de repensar o que eu sou e o que quero ser... e o que fazer da vida.

Um comentário:

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)