HUGO E A GANGUE DOS SAPOS

Toda vez que vamos viajar  a primeira coisas que as crianças perguntam é quantos livros eles podem levar!
Na última viagem coloquei na sacola dos livros vários lançamentos que recebemos das editoras. E a medida que eles iam escolhendo os livros, eu ia observando as reações através do espelho do carona.
Cássio começou com esse:

HUGO E A GANGUE DOS SAPOS de FRANCESCA SIMON e ilustrações de CAROLINE JAYNE CHURCH. ISBN: 9788576619543 Editora: VALE DAS LETRAS
As ilustrações são lindas e coloridas, o texto é todo em caixa alta e com frases curtas. 
Recomendo a leitura partilhada, em função do tema: BULLYING.
 "Hugo
 odeia ser maltratado
   pela malvada gangue dos sapos, 
 mas o que ele pode fazer? 
 Ele é apenas um pequeno sapinho com um coaxado bem baixinho.
Só que o pato teve uma ótima ideia para dar aos sapos uma boa lição!

Será que Hugo aprenderá a se defender sozinho? "

Ao acabar de lê-lo, meu filho...
... bufou: -"Pior livro do mundo!" e cruzou os braços, enrugou a testa  e bufou novamente. Perguntei pra ele o que tinha de ruim no texto e nas imagens e ele disse: -"TUDO!" -bem bravo. Meu marido pediu pra ele responder claramente do que ele não tinha gostado e ele falou: -" O sapo é tão pequeno!" - desabafou.
Meu marido imediatamente perguntou que livro ele tinha lido e respondi do: -"Bullying!".

Eu leio todos os livros antes das crianças, justamente para saber que reações eles poderão ter quando entrarem em contato com aquele tema. E, como conheço bem meu filho, sabia que ele ia ter uma reação diferente, mas não ao ponto de ficar tão bravo!

Continuamos a conversa com ele, perguntamos se ele já tinha sofrido como o sapinho, na escola e ele respondeu que sim.
Contou que quando entrou na escola nova o fulano, bateu nele, chutou a mochila, empurrou-o. E que, pensando bem, em todas as escolas que ele já tinha passado (6 ao todo) tinha gente que batia nele, e que durante 4 anos bateram nele lá na escola de Porto Alegre e isso o deixava com muita raiva. 

Meu coração ficou super apertado. Eu sabia que um outro Fulano incomodava, mas pra mim era só briga de amigos, por que muitas vezes, no outro dia até, estavam super unidos de novo. Mas ao que parece não era bem assim....

Conversamos muito e dissemos pra ele que, como o sapo da história, precisava reagir, tomar uma atitude, para não virar o saco de pancada da turma. 

Como isso é difícil! Como ensinar ao filho como se defender sem violência? Como saber se seu filho sofre tanto com isso? 

Recomendo o livro para qualquer criança, é uma forma diferente de abordar o assunto, e a criança fala mais, por se identificar com o personagem principal! 
 Assim como o brincar de aulinha nos revela várias coisas (várias mães me relataram que ficaram espantadas com o que as crianças revelaram da sala de aula ao brincarem assim) esse livro pode ajudar a descobrir o que a criança realmente sente! 

#Boaleitura!

Comentários

  1. Oi gisele, sou Agláia,mãe dos gêmeos Igor e Isadora, 3 anos e 7 meses,gosto mto do seu blog e estou sempre por aqui vendo o que vc posta. Tenho uma curiosidade: quantos anos tem seus filhos? eu fico de olho nos livros que vc recomenda mas nunca sei para que idades servem pois não sei a idade dos seus filhotes. Abraços, Agláia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii. Meus filhos tem 6 e 8,mas acho que que livros de crianças não tem idade... depende do interesse da criança e do momento dela na vida. Bullying é um assunto que começei a falar com as crianças antes delas terem 3 anos. Pq aos três entraram para escola (antes ficavam comigo) e eu sabia que situações destas poderiam ocorrer, então quis prepará-los. Só que eu não tinha nenhum livro sobre o assunto até agora. :)
      Bjos, gi e kids
      espero tere ajudado! :)

      Excluir

Postar um comentário

Oi. Bom te ver por aqui! Responderemos o mais breve possível. :)

Veja também

Mostrar mais