mulher bicho 8/3

Esse texto foi originalmente escrito para um blog q eu e a Ingrid estamos elaborando, mas resolvi colocá-lo aqui hj, depois escrevo outros...

MULHER- BICHO!
Ando, faz algumas semanas, com insônia. Se durmo cedo (22hrs) acordo lá pelas 4 horas da manhã e não consigo dormir mais. Se durmo tarde (3 hrs da manhã), ás 7:30 as crianças acordam e baubau dormir! Hj não foi diferente. Agora 4:30 da manhã. Eu resolvi escrever sobre o assunto!
A que se deve tudo isto? Instintos maternos, com certeza... Deixa-me explicar. No dia em q meu primeiro filho saiu de dentro de mim, parece q me transformei numa super mulher (tudo tem um lado bom e um não tão bom assim)!!! Já vou explicar pq.
Meus sentidos explodiram! Parece um filme de comédia antigo q o homem recebe uma injeção de um produto químico e passa a ver, ouvir, sentir com muito mais intensidade. Foi isto q aconteceu comigo.
Na primeira noite q voltamos pra casa, coloquei meu filho pra dormir no carrinho do meu lado direito e meu marido estava ao meu lado esquerdo. Os dois adormeceram, mas eu não. Levei um susto meu marido roncava!!! Estava com ele havia 7 anos e nunca tinha ouvido antes! E o meu filho suspirava baixinho e pra mim aquele som não me deixava dormir (será que ele tava com frio? Com fome? Mijado? Respirando normalmante?). Meia hora depois meu marido acordou assustado comigo chorando: “Vc ronca, o Cássiofaz barulhinhos, não consigo dormir!!!!” Primeira noite de muitas noites acordadas... Minha audição era incrível, mesmo colocando meu bebê no outro quarto, eu parecia ouvir seus barulhos antes da babá eletrônica acusar. “Saiu das cobertas!”, lá ia eu cobrí-lo. “ Tá tirando as meias, mas tá um frio danando!”, lá ia meu colocar as meias e colocar mais cobertas nele. De dia ou de noite, acordada ou dormindo, mesmo exausta eu ouvia todos os sons. E isto é de enlouquecer! Nunca mais consegui escutar música alta. Tenho pavor de loja ou restaurante q tem uma música tocando no fundo, tudo virou barulho!!! E só piorou com a chegada do segundo filho!!! Meus ouvidos estão cada vez mais aguçados. A criança caiu... peraí.... Não este som é falso, é um choro forçado só pra chamar a atenção! “ Tá Cecília, para com esta manha, vc não é mais bebê!” Ela para. Hj é incrível meus filhos brincam e parecem q a cada instante vão se implogando mais e mais e a voz vai subindo, subindo, subindo... no final do dia quando o marido chega, eu só digo: “Preciso de um paracetamol!”. Daí ele sabe q o volume na casa estava ao máximo neste dia!! Esta super audição é boa para emregências, mas no dia-a-dia ela é super estressante, não consigo relaxar, nem na hora de dormir!!!
Depois da audição, veio a Visão. Nossa, a capacidade de uma mãe enxergar no escuro é incrível!!! O bico caiu, tá aqui! “Mãe, meu travesseiro sumiu!!!” Tá aqui! Se o filho fica doente então, vc acorda de repente de madrugada e mesmo no escuro enxerga os números do termômetro! É incrível! Vc fica , como diziam os “Thundercats”( sim sou daquele tempo)com “Uma visão além do alcançe!” E eu começei a enxergar outras coisas tb, esquisito isso! Passei a ver crianças más! (como pode? Vc acha q não existe crianças más?)!!! E vc mesmo pode comprovar este meu super poder! (hehehe) Vc esta numa roda conversando com outros adultos (se vc tiver sorte) e do seu lado tem uma roda de crianças. Observe se tem alguma delas q esta sempre olhando pra roda de adultos, finja q vc não a vê, mas observe-a. Esta criança esta esperando a oportunidade pra fazer mal para outra criança. Geralmente esta outroa criança é meu filho ou filha q leva um beliscão, ou tem o brinquedo quebrado, ou o pé pisado! 100% das vezes q uma criança fica olhando muito para os adultos é pq vai fazer merda besteira! Estes dias, na escola, tive q (sim, fiz) ameaçar uma criança de 4 anos q estava enchendo a minha filha de pancadas e espetadas (tridente de plástico e sim, a mãe da outra menina nem aí, pro q ela estava fazendo). Puxei prum cantinho e no alto dos meus 1,535 metros disse pra ela q se ela continuasse a bater na minha filha EU ia bater nela (mentira, mas ela não sabe disso). Horrível isso, eu sei, depois caiu a ficha!
Outra coisa tb é q eu consigo enxergar como foi o dia dos meus filhos, só olhando dentro dos olhos deles. O ano passado saindo da porta da escola, meu filho tava com um olhar muuuuito triste, gente, eu nunca tinha visto aquele olhar antes. Daí eu calmamente (quase pulando no pescoço da professora) perguntei pra ela o que havia ocorrido. Ela disse nada de mais, q ele teve um petit e que eles conversaram e estavam resolvidos de bem. Meu filho teve na verdade um surto após asisstir 4 dvds na escola durante o turno da tarde (13hrs -18hrs). Ele começou a gritar, pq tanto dvd, eu não gosto disso e outras coisas. Gente, até eu surtava!!! Falei com a escola, com a professora, com a coordenação pedagógica! Resultado, falaram: Vamos colocá-lo na primeira série q lá ele vai ter mais desafios!!! Pra resumir, troquei-o de escola e agora ele tá feliz da vida! Com os olhos brilhando como sempre estiveram.
Essa minha visão pelo menos protege mais os meus filhos. Fiquei muito mais atenta as coisas q acontecem ao redor da minha família. Estou super mais atenta. E por isto me encontro aqui esta madrugada. Quando acordo no meio da noite não consigo mais dormir, pq na minha cabeça fica: Será q as crianças estão bem, será q não estão com frio? Será q vão cair da cama (tem grade, é paranóia mesmo)? Será q estão com fome? A casa tá bem fechada? E assim minha cabeça fica a pensar tb em tudo q tenho q fazer e em que horários vou poder fazer tudo q assumi de compromisso. 24 horas não são suficientes! Minha atenção me deixa quase louca e quase enlouqueço as crianças, comtantos cuidados q tento, agora me policiar e deixá-los aproveitar mais as coisas. Subir em árvores (eu fazia, mas quase morro quando eles fazem), andar um pouco sem mãos dadas na rua (eu colada atrás e na calçada ,é claro) essas coisas banais no nosso tempo, mas tão difíceis hj em dia. Sim sou uma virginiana super neurótica. Mais um dos super poderes q a mãe pode desenvolver negativamente, mas é difícil me livrar dele!
Meu paladar mudou completamente durante a gravidez. Eu AMAVA sorvete, pra vcs terem uma ideia, eu pulava uma refeição pra na outra comer 2 litros de sorvete (ou quase isto)! E quando engravidei meu corpo disse pra mim” DOCE NÃO ENTRA!” E foi incrível! Eu já adorava comer salada, mas fiquei super mais regrada quanto a doces e outros tipos de porcaria, como embutidos, salgadinhos e afins. Isso foi tão sério q não comi nenhum doce durante os primeiros 5 meses das 2 vezes q fiquei grávida! Daí fui pro Uruguai e quem resiste a um alfajor uruguaio? Nem Deus!!! (hehehe) E minha filha saiu ENLOUQUECIDA por brócolis e batata. Mas a ponto de ter q esconder o brócolis no carrinho do supermercado pra ela não comê-lo cru! E acho q tenho manter a minha alimentação o mais saudável possível. Meu filho por explo, só come coisas saudáveis, nem pensar balas e chiclés! Nem pensar coca-cola, no máximo um guaraná, mas de preferência uma água com gás. E assim, mesmo tendo engordado 13 kgs em cada gravidez, consegui perder 14 kg depois de cada uma e hj estou com o menos peso q tinha quando fiz 15 anos!
E outra coisa q passei a fazer é provar tudo q vou dar pros meus filhos, antes deles. Assim sei q reações eles vão ter e nunca errei. Tomo um remédio, não este ele vai vomitar, preciso comprar outro. Paracetamosl bebê, OK; Novalgina, vômito; Allivium, vômito... e assim vai, quem teimasse levava vômito no colo! Sei q parece animal (e até é) mas as vezes sinto vontade de lamber minhas crias! Sim, lamber o nariz, a testa as buchechas! Elas dão risada e tentam me lamber tb. Eu falo q elas não podem isto é coisa de MÃE –bicho! Q coisa mais animal!, mas é a mais pura verdade, são minhas crias e preciso de vez em quando ter a certeza q são da minha prole! (vai explicar, cada doidice!)
Com meu super poder de Tato , MAIS um abraço, nunca é de mais! Vivo num grude com meus filhos, são abraços, carinhos, é colo. Embora no alto dos seus 22 kg, meu filho mais velho não pare tanto quanto eu gostaria no meu colo! Meus filhos passam por mim e são puxados feito imãs pra eu amassá-los um pouco mais! Cafuné de mãe nunca é de mais!!! E tb com as mãos sei se precisam de um agasalho ou não.
E tem ainda o Olfato. E como é forte. Com ele começei a diferenciar meus filhos das demais crianças. E sinto o cheiro de carie- cheirando a boca- mesmo q os sinais não sejam visíveis ainda (chega antes da super visão de mãe), de dor de garganta –cheirando tb a boca, de dor de ouvido- cheirando o ouvido. Sei pelo cheior do PUM se vai vir uma baita dor de barriga, se comeu muita porcaria, ou se foi falta de educação mesmo! AMO o cheior dos meus filhos e podia viver com eles bem de baixo do meu nariz (sonho de cada mãe) se eles não gritassem tanto (ah! Esta parte vcs não esperavam! Hein! Hehehe)!!! É tão bom, de manhã cedo, quando eles levantam, principalemente no inverno e, vão deitar comigo, e sinto o cheiro de suor da cabecinha deles! Ai coisa boa! Ah! E até ia esqueçendo! Como é bom o cheiro de um coco de bebê depois de 24 horas de prisão de ventre!!! O olfato é o único sentido diretamente ligado às emoções e ao depósito de memórias. Ás vezes estou andando na rua e de repente sinto um cheiro, q sei lá pq me remete ao tempo em q eu tinha dois bebês! Ou me lembra um dos meus filhos numa determinada época ou situação! E até sinto cheiro de coisas q me remetem a minha infância, coisa q antes não acontecia, ou raramente acontecia.
E o último dos meus super poderes de mãe é o ‘sexto’ sentido. Sim, pq agora como estou mais atenta a tudo, parece q desenvolvi uma visão, um sentir mais HOLISTICO num sentido não religioso, mas sim GLOBALIZADO. A cabeça a mil, consegue perceber coisas e me mandar uma sentir diferente q altera o meu estado por instantes. Posso não dar bola, como fiz em alguns casos e depois me dou conta: “AH! Era isto então! “ Tento sempre seguir este sentimento q toma conta de mim, não é fazer as coisas sem pensar, num impulso, justamente o contrário. É ouvir todas as partes dentro de mim, e ouvir tudo fora de mim pra depois decidir o que é melhor pros MEUS FILHOS. Sim, pq agora eles são prioridade, mesmo q depois de 6 anos eu esteja esgotada, sem dormir, mas feliz da vida de ter dois filhos abençoados e um marido maravilhoso, mas q ronca ao meu lado!

Veja também

Mostrar mais