Dicas para ententer crianças presas em casa

 Aproveitando que o dia das bruxas está chegando, hoje vamos falar do livro que recebemos do Daniel Kondo e da editora Sesi-SP. MONSTROS DO CINEMA de Augusto Massi e ilustrações super divertidas do Daniel Kondo. 
Mas antes...

 Recebemos de presente, enquanto o livro não chegava, os Monstros pras kids já irem brincando! 

 Inclusive, veio espaço para as kids criarem dois rostos também.

 Recortamos, montamos e colamos!

 Os blocos de monstros estavam prontos! Só faltava o livro!

Que chegou rapidinho.
Uma das primeiras coisas que me chamou a atenção foram os textos e comentários na aba do livro.
Um deles foi da Bia Rónai de 40 anos:
"Não se fazem mais monstros como antigamente. Quando pequena, eles eram criaturas perigosas que assombravam o nosso imaginário. Hoje, para as crianças que crescem num mundo cheio de perigos reais, os monstros parecem seres irresistíveis, quase super-heróis, que mais fascinam do que assustam, ..." 

Daí fechei o livro e falamos sobre minha infância e de como o Monstro que me deu pesadelos várias noites seguidas, quando eu tinha 9 anos, foi o Jabberwocky. do filme 

Alice no País das Maravilhas de 1985.

E as kids pediram pra vê-lo. Fui procurar no Google e eis o monstro:

Jabberwocky.

De corpo todo. Única imagem que achei dele. As kids caíram na risada. Obviamente um homem vestido de monstro. Como é que eu não tinha visto?! E vou confessar, eu não tinha visto. Com 9 anos o monstro, PRA MIM, era realmente assustador.  A gente (ou eu mesma) era mais ingênuo antigamente... Será? As crianças riram muito! 

Outra coisa que falei pra eles, é que eu morria de medo dos Gremlins (quando eu era pequena, na época com 8 anos) e não tinha visto o filme.
Fomos ver o filme e eles davam risadas. Como eu não tinha visto os "efeitos especiais" toscos! Mas não eram toscos na época! E eu só de ver o trailer tinha morrido de medo!

Voltando ao livro...

O Augusto Massi e o Daniel Kondo reuniram uma série de Monstros dos filmes clássicos de antigamente (E.T., Gremlins, Drácula, Frankenstein,...) 

 e outros de hoje em dia (Malévola, Godzila, Zumbi...) numa brincadeira onde cada fera é dividida em 3 partes e o leitor forma novos monstros, trocando as páginas de lugar. São dezenas de combinações divertidas. Ótimo pra ler com os amigos e em família e lembrar das histórias relacionadas com os monstros que aparecem... E até inventar histórias sobre os monstros criados na hora! Pra nós funcionou como uma espécie de túnel do tempo com direito a lembranças e muitas risadas!

 Há também uma linha do tempo, com curiosidades e com informações sobre os monstros e os filmes. Que meu guri mais velho adorou. Ele ama curiosidades e datas e cinema! 

 
 E pra completar a brincadeira: tem um app gratuito. 

 MONSTROS DO CINEMA.


Onde você monta, do mesmo jeito que no livro, porém eles são animados.

E você pode fazer parte da brincadeira também.

Para conhecer mais:
www.facebook.com/monstrosdocinema
Que tal criar um capacete de astronauta para seu filho?
Estou aqui hoje para registrar esta criação, a pedido do meu filho, ele e seus amigos deveriam embarcar direto para LUA na festa de aniversário dele, na escola.
Resolvi utilizar KAMI (TNT) para fazer um capacete e utilizei viés grosso (dobrando-o)  para o acabamento. Usei também folhas de EVA com glitter para cortar formatos de estrela e foguete.

Cortei o retângulo com laterais arredondadas, para posicionar o espaço do rosto.

 

Costurei tudo com a máquina e depois, colei as estrelas, foguetes, e bandeiras do Brasil, com cola quente. Assim como fechei a parte superior do capacete, também com cola quente.

A festa não poderia ter sido melhor, as crianças curtiram muito. E a mamãe aqui super hiper feliz, constatando todas as crianças embarcando, dando asas a imaginação.
 

Ontem fomos ver TROLLS.

Estava ansiosa pois eu tenho um Lucky Troll (boneco que deu origem ao filme),

dos anos 80, era moda na época. Achei-o entre minhas coisa de criança. Acho que guardei-o pra ter sorte mesmo. Hehehe

 A animação da Dream Works é bem musical e isso a gente ama! Dos mesmos criadores do Shrek que também amamos.

Os Trolls são um povo super colorido, que vive cantando, dançando e se abraçando. Eles viviam em paz até que umas criaturas horrorosas acharam que só seriam felizes se comessem Trolls.

A partir daí, precisam viver refugiados, escondidos na floresta para não serem devorados.

Acontece que uma cozinheira monstro conseguiu descobrir o esconderijo deles e captura alguns Trolls para dar de presente ao Rei monstro. 

A princesa Troll, Poppy (a mais feliz de tooodos Trolls), com ajuda de seu amigo Tronco (o mais cético e infeliz de toooodos os Trolls), partem para resgatar os amigos que estão prestes a virar comida.

E e a Ceci adoramos a mensagem do filme: Você não precisa comer nada em especial pra ser feliz. A felicidade está dentro de você... Mas as vezes você precisa da ajuda de alguém para encontrá-la. Música, cantar e dançar são caminhos para a felicidade. Já dizia o ditado "Quem canta seus males espanta."

Abrindo um parêntese: Um ponto do filme, que vou falar porque sei que tem pais que não gostam, é que vários personagens não tem sexo definido. São super coloridos e indefinidos. Por exemplo: tem uma Troll super fofinha, de vestido e cílios comprido que quando abre a boca, sai uma voz grave de um homem. Tem outros que são todos feitos de glitter e quando precisam dão puns de glitter pra comemorar ou atrapalhar o inimigo. Alguns exemplos.

A trilha sonora do filme é super.
1. Hair Up Justin Timberlake, Gwen Stefani, Ron Funches
2. CAN'T STOP THE FEELING! (Original Song from DreamWorks Animation's "TROLLS") Justin Timberlake
3. Move Your Feet / D.A.N.C.E. / It's A Sunshine Day Anna Kendrick, Gwen Stefani, James Corden,  4. Get Back Up Again Anna Kendrick

 5. The Sound Of Silence Anna Kendrick
6. Hello Zooey Deschanel
7. I'm Coming Out / Mo' Money Mo' Problems Anna Kendrick, Gwen Stefani, James Corden,
8. They Don't Know Ariana Grande
9. True Colors (Film Version) Anna Kendrick, Justin Timberlake
10. CAN'T STOP THE FEELING! (Film Version) Anna Kendrick, Justin Timberlake, Gwen Stefani,
11. September Anna Kendrick, Justin Timberlake, Earth, Wind & Fire
12. What U Workin' With? Justin Timberlake, Gwen Stefani

Você sai do cinema querendo dançar e cantar mais!
Vimos a versão dublada e em 3D. Estou dizendo isso porque algumas músicas foram traduzidas e outras não. E isso, confesso que não gostei. Pra mim, ou traduz tudo, ou nada. Então, apara adultos recomendo verem as cópias em inglês mesmo, pra valorizar a parte mais musical da animação.
A Cecília gostou bastante. E eu também. Recomendamos!
Um dos livros finalista do 58º prêmio Jabuti em duas categorias esse ano é AS CORES DOS PÁSSAROS de Lúcia Hiratsuka. Da editora Rovelle.

Gente! Que livro liiindo!

 
Conta a história que todos os pássaros eram brancos ate que a Dona Coruja resolveu tingir as próprias penas.

 Outros pássaros ficaram maravilhados e claro que também quiseram ter cor. Vieram chegando os bandos e a Coruja foi misturando as cores. Alguns pássaros quiseram a cor da noite, outros quiseram a cor do céu, outros ainda quiseram ser como raios de sol. Alguns não sabiam qual a cor mais bonita e resolveram ficar com muitas, como os pavões.  

Mas um pássaro implicou com a Coruja e estava feita a confusão! Uma história sobre o por que a coruja é noturna. Liiindas ilustrações! Nossa! Me apaixonei.

Nas ilustrações ela usa a técnica Sumi-ê: pintura oriental surgida na China, depois de levada ao Japão, tornou-se mais conhecida. Sumi-ê significa pintura com tinta. É uma pintura com mistura de desenho e elementos de caligrafia. Nela o artista deve passar sua mensagem sucinto (menor número de traços) e sem erros (não pode haver retoques ou apagar e fazer parte novamente). O material usado pelo artista é bem simples: pincéis (de bambu ou de pelos), uma tinta parecida com o nanquim e papel artesanal.  
Basicamente é uma técnica que usa só a tinta preta, mas a Lúcia mistura outras cores sutilmente.
Aqui a autora/ilustradora mostra um pouco da técnica que usou nesse livro:



Recebemos o livro de presente da @distribuidora_casadelivros. Amamos!

O QUADRADO DESASTRADO texto e ilustrações de Martina Schreiner, pela Vieira & Lent.

Eu sempre desejei em meus sonhos um livro lindo e perfeito, bastante lúdico, que eu pudesse trabalhar com as crianças temas matemáticos como retas, circunferências, diâmetros e diagonais. 
 Finalmente, encontrei, chegou aqui pra nós este livro perfeito. 
 
Estou completamente apaixonada.
Conquistou todas as rodas de leitura, diferentes faixas etárias. Imaginem um simpático Quadrado apaixonado, chega a ficar meio atrapalhado, e tropeçou. Levou um tombo feio! Ficou todo torto. Mas a turma da geometria e outros amigos logo chegaram para ajudar. Era um tal de puxa e empurra sem resultado. Até o Compasso apareceu querendo cortar um pedaço do pobre desfigurado. Mas quando a bela Circunferência chegou, ai ai ai, paixão geral

 Óbvio que fomos fazer umas formas gostosas pra comer!
Melão, mamão e gotinhas de chocolate (fruta com chocolate é muito bom).

Brincando e comendo, fomos estudando as diferenças entre retângulo, quadrado e círculo. Fica a dica! Boa leitura! Bom apetite!

Aqui em casa cada mês recebemos o kit do @boxjoanninha, todos os meses são TEMAS diferentes.
Kit que incentiva a criatividade e a brincadeira da criança.
 Seu carteiro quando chega, é aquela felicidade.
  Muitos pais pedem dicas, dizem que não tem tempo nem criatividade para fazer brincadeiras lúdicas, divertidas e interativas com os filhos.
O Box Joanninha envia kits com todo material e informações necessárias. É um clube de assinatura que entrega caixinhas de atividades para a criança construir suas próprias brincadeiras junto com os pais. Nada vem pronto! É incentivo a mão na massa.
Hoje, este texto será escrito a quatro mãos, porque este mês realizamos as atividades deste kit, eu Marcia @boaleiturabomapetite e também a Silvana @casadeleitores.
Nós realizamos atividades super divertidas. Lá na casa dela, o filho Caio curtiu completamente, criou sua mascara, usando todos os acessórios que já vem disponíveis na caixa, sem precisar costurar nada.
Mas, aqui em casa, o uso da capa foi tão intenso, que eu logo tomei a decisão de costurar a capa, para ter mais segurança na hora de lavar. O kit que chegou este mês encontrou, pela primeira vez, meu filho doente. Foi um verdadeiro presente de animo. Foi incrível constatar a empolgação dele, mesmo ainda fragilizado. E realizar a atividade foi um resgate ao super poder do meu herói.
Foram dias dificeis quando meu filho ficou doente, as muitas madrugadas mal dormidas.
Mas, agora, temos aqui uma criança radiante, quem restabeleceu completamente suas energias, e, mais ainda, o impacto tão positivo, pelo fato dele próprio ter decidido, desenhado, e recortado seus elementos, "eu que fiz" fortalece toda criança.
Copiamos a imagem da internet. Colocamos o tecido em cima e ele marcou com lápis preto. Por fim, só precisou cortar a imagem no tecido.

Com o símbolo do Flash foi igual, copiamos da internet. Desenhamos no papel rascunho, ele cortou e transferimos para o tecido.

Com o uso diário e constante, a capa foi soltando o símbolo. Então, eu decidi costurar na maquina. Claro, na hora da costura na maquina, a mamãe aqui entrou em cena. 

Meu herói favorito, que estava tão fragilizado, agora tem máscara, braçadeiras e uma capa lindíssima. Este mês, passamos a ter aqui em casa, morando então conosco, um novo morador, melhor, uns novos moradores... kkk a capa de super herói inspirou e fez surgir um super Flash. E no verso, inventou, e surgiu o super Transformers. E, em alguns momentos, ainda podemos esbarrar pelos corredores da casa com o Batman. Herói dmais, diversão garantida, que só o kit do BoxJoanninha permite fazer acontecer.

PROMOÇÃO MEGA ESPECIAL no @boxjoanninha:
Plano anual parcelado em 12x sem juros no cartão de crédito!!!
APENAS R$ 39 + frete por mês!
Acesse AGORA la no site
www.boxjoanninha.com.br

São temas diferentes TODOS os meses, uma caixa com kit completo, com todo material necessário e guia orientando passo a passo. Tudo para permitir que seu filho se divirta MUITO.
O Box joanninha proporciona uma experiência marcante. As crianças sentem que são capazes de pensar, imaginar, criar, e executar. E quando isso acontece em família, viram memórias da infância que serão lembradas para sempre.
Você também pode presentar crianças com caixinha avulsa.
E, também, pode se inscrever no canal do Box joanninha no YouTube e acompanhar varias dicas e muitas brincadeiras.